Uma viagem pelo México. Meu roteiro


Roteiro de viagem ao México

Mês passado fiz uma viagem ao México. País que queria há tempos conhecer. Adorei o México! País com uma cultura rica, paisagem diversificada, lindas praias, cenotes e Zonas arqueológica. É um país colorido, as construções têm cores fortes.

Tem um povo gentil e educado. Um povo que gosta de conhecer sobre a sua própria história. Gostei de ver museus e espaços culturais frequentados por tantos moradores locais. Pais levando filhos pequenos para visitar esses lugares. Queria ver mais isto aqui no Brasil.

A cada cidade que passava queria ficar mais tempo, e a cada nova cidade gostava de ter chegado. As ruas das cidades, grandes e pequenas, são frequentadas pelos moradores. Tem música e dança, gosto de lugares assim.

Na minha primeira viagem ao México queria ter uma visão mais ampla do país e não, não priorizei as praias do caribe. Além de algumas delas, conheci a capital e andei também pelo interior. Mas não foi fácil montar o roteiro (pra min nunca é), queria incluir todo destino que lia sobre. Até mesmo durante a viagem teve alterações.

Se você, assim como eu, gosta de ter uma referência para organizar a viagem, então tai o meu roteiro. Ele não é inédito com destinos que normalmente são visitados, mas pode te ajudar. É um resumo do que fiz, depois escreverei de forma mais detalhada sobre lugares específicos.

Roteiro de viagem ao México

Roteiro de viagem pelo México

1º Dia: Rio – Cidade do México

Cheguei à tarde ao aeroporto internacional Benito Juárez na Cidade do México. Aproveitei e já fiz o câmbio (ao contrário de outros lugares, o aeroporto tem a melhor cotação). Fui de Metrobús para o centro, andei pelo Zócalo e depois fui jantar.

2º Dia: Cidade do México

Segui o conselho de outros blogs e iniciei a minha visita pelo Museu Nacional de Antropologia, para já ter informações do que eu teria pela frente. Em seguida visitei o Bosque de Chapultepec e o Castelo de Chapultepec. à noite fui assistir luta livre. Circulei pela cidade de Metrobús.

3º Dia: Cidade do México

Dediquei este dia ao Centro Histórico. O centro têm vários atrativos, entre eles está as ruínas e o museu do Templo Mayor. E como era um domingo, as ruas estavam bem movimentadas oferecendo atrações extras. Como estava hospedado no centro, fiz o tour todo a pé.

Roteiro de viagem ao México


4º Dia: Teotihuacan e Guadalupe

Reservei o dia par conhecer uma das principais Zonas Arqueológicas do México: Teotihuacan. Fui cedo, visitei com calma e ainda deu tempo de na volta conhecer o Santuário de Guadalupe. Fiz tudo por conta própria usando metrô, ônibus e Metrobús.

5º Dia: Cidade do México – Cancun

Saí cedo e fui para o bairro de Coyoacán conhecer o Museu Frida Kahlo. Aproveitei para almoçar no Mercado do bairro que fica próximo ao museu. Voltei ao centro e no fim da tarde segui de avião para Cancun. Voo atrasou e cheguei já tarde. Na cidade do México me desloquei de metrô.
--- No meu roteiro inicial, da Cidade do México eu seguiria por cidades do interior até chegar no litoral e de lá retornaria à capital para voltar ao Brasil. Mas me dei conta que estaria no litoral justamente no feriado da Páscoa e achei que não seria uma boa. Então mudei a ordem do roteiro.

6º Dia: Isla Mujeres

Dormi só um noite em Cancun. Que absurdo!!!! Penso que Cancun só se for para ficar em um Resort All Inclusive na beira da praia. Como falta grana, então melhor não ficar. A cidade entrou no roteiro por causa do aeroporto e porque eu queria conhecer Isla Mujeres.

Deixei a bagagem no Hostal, fui de circular até o Puerto Juárez onde embarquei para a travessia até a Isla Mujeres. Passei o dia lá e foi o meu melhor dia de praia no mar do Caribe.

Ao retornar a Cancun, segui de ônibus até Playa del Carmen. Viagem de um pouco mais de 1 hora. Aproveitei a noite em Playa.

Roteiro de viagem ao México

7º Dia: Playa del Carmen – Tulum

Comecei o dia cedo para aproveitar as praias, mas não foi legal. Havia muito sargaço.

Fui de ônibus para a Praya Punta Esmeralda. Continuei andando pela praia e acabei chegando ao centro de Playa del Carmen. Passei pelas praias 88 e Marmitas, onde foi possível eu aproveitei para cair no mar do Caribe, mas o sargaço tomava conta de toda praia. E o cheiro é insuportável.

Fui então conhecer as praias do lado oposto. De van fui para a praia de Xpu-há. Lá estava melhor e passei à tarde, e de volta a Playa del Carmen, peguei o ônibus para Tulum. 1 hora de viagem.

8º Dia: Tulum

Comecei o dia indo conhecer a praia de Akumal. De lá segui para o Cenote Azul, fiquei um bom tempo ali. Quis ainda conhecer outro cenote ou outra praia, mas devido ao horário já não daria para aproveitar. Nem mesmo as praias, pois muitas delas tem horário para “cerrar”.

Fui então andar pela estrada costeira de Tulum para tentar ver o mar, mas as praias são cercadas por hospedagens e restaurantes. Só um pequeno trecho não tinha nada e ai consegui ver, mas o mar estava agitado e feio com tanto sargaço.

À noite aproveitei os bares o centro de Tulum e conheci o mezcal, bebida típica é fooorte demais.

Roteiro de viagem ao México

9º Dia: Tulum – Valladolid

Comecei o dia cedo, aluguei uma bicicleta e fui para as Ruinas de Tulum. O tempo estava fechado, feio e não deu para tirar aquela foto clássica das ruinas com o mar azul ao fundo.

Segui para as praias públicas. Passei pela Playa Santa Fé, mas tinha muito sargaço, vento e ameaça de chuva. Insisti e cheguei à Playa Pescadores e mais um pouco chegaria a Playa Paraiso que queria tanto conhecer, mas nem continuei. Desisti.

Fui então procurar o Gran Cenote que estava na minha lista. Depois fui conhecer os Cenotes Escondido e o Crystal indicados por um morador. Valeu a pena a pedalada, aproveitei o resto da tarde.

De volta ao centro, pensei em ficar mais uma noite e ver se no dia seguinte teria mais sorte com as praias. As de Tulum eram as que eu mais queria conhecer. Mas a previsão não era boa e não parecia que o tempo fosse melhorar. Comprei passagem para Valladolid e viajei seguindo o meu roteiro.

10º Dia: Valladolid

Havia andando e pedalado muito em Tulum, estava cansado. Então desliguei celular na noite anterior e não me preocupei em acordar cedo.

Às 11 horas estava no centro da cidade sem saber exatamente por onde começar. Poderia ir logo conhecer as Ruinas de Chichen Itza ou alguns cenotes, a região têm vários deles. No local de onde saem os coletivos só tinha eu, esperei ainda um pouco, mas não apareceu ninguém. Resolvi ir então para os cenotes pois o taxi era mais barato. Conheci e gostei muito dos cenotes Samula e X’kekén.

No fim do dia voltei a Valladolid, conheci o Cenote Zaci, almocei e fui bater perna pela cidade. Lugar muito quente, mas muito interessante. Gostei.
-- No roteiro inicial só tinha uma noite e um dia em Valladolid, mas ainda tinha muitos lugares para conhecer. Acabei ficando mais um dia e duas noites.
Roteiro de viagem ao México

11º Dia: Valladolid

Peguei um taxi coletivo e fui conhecer a Zona Arqueológica de Ek Balam. Fascinante! Bem ali ao lado dela tem o Cenote Xcanche. Não pensei duas vezes e fui conhecer e mergulhar. Maravilhoso!

Quando voltei ao estacionamento para pegar um taxi coletivo para Valladolid, só tinha eu e mais um gringo. O taxi ficava caro porque ali era mais distante. Como não aparecia mais ninguém para dividir o taxi, negociei com o taxista para conhecer os Cenotes Palomita e Água Dulce da região e que estavam na minha lista, e me levar para a cidade. Partiu cenotes!

12º Dia: Valladolid – Chichén Itzá – Mérida

Valladolid entrou no roteiro por ser a cidade mais próxima de Chichén Itzá, uma das novas sete maravilhas do mundo moderno. E depois de dois dias na cidade eu ainda não tinha ido conhecer.

Saí cedo de ônibus e depois de quase uma hora cheguei à Zona Arqueológica onde fiquei a manhã. Dali mesmo segui viagem para Mérida. Passei à tarde na cidade, conheci alguns lugares e à noite embarquei num ônibus para a cidade Palenque, chegando na manhã seguinte.

13º Dia: Palenque – San Cristobóbal de las Casas

Cheguei um pouco depois das 6h. No terminal de ônibus mesmo é oferecido um serviço de transporte em van para conhecer a Zona Arqueológica de Palenque, cachoeira de Misol-ha, cascatas de Água Azul chegar à noite em San Cristróbal. Um ótimo custo benefício, pois é mais barato do que a passagem de ônibus de Palenque a San Cristóbal.
-- Eu não sabia desse serviço até chegar em Palenque. Eu havia me programado para fazer mais uma viagem noturna longa de ônibus.

Roteiro de viagem ao México

14ºDia: San Cristobal

Dia dedicado a cidade. San Cristóbal não tem tantos atrativos turísticos e a maioria das igrejas estava fechada para obra. Mas a cidade é interessante e vale simplesmente por ela mesma. É bonita, têm bares e restaurantes.

15º Dia: San Cristóbal

Fui fazer um dos passeios mais vendidos na cidade: Canyon del Sumidero. Além do passeio de barco e os mirantes, tem uma parada no centro da cidade Chiapa de Corzo. A navegação e os paredões valem a pena, mas o passeio no geral não.

Mas o bom que não dura o dia todo, e de volta pode-se aproveitar mais San Cristóbal.

16º Dia: San Cristóbal – Oaxaca

Logo pela manhã fui conhecer a igreja de San Juan de Chamula, cidade vizinha indígena. No interior da igreja acontecem rituais bem diferentes do que estamos acostumados.

Na hora do almoço já estava de volta e ainda deu tempo de aproveitar à tarde em San Cristóbal antes de seguir viagem noturna para a cidade de Oaxaca.

Roteiro de viagem ao México

17º Dia: Oaxaca

Tomei café da manhã no mercado da cidade, conheci um pouco do centro da cidade e fui por conta própria para a Zona Arqueológica de Monte Albán. Comprei o tour para o dia seguinte e à noite fui comer alguma coisa no Zócalo.

18º Dia: Oaxaca

Acordei não muito bem. Um mal-estar. Mas fui fazer o passeio de dia todo na região conhecendo a arvore mais larga do mundo, produção de Mescal, Teotitlán, Zona Arqueológica de Mitla e Água El Hierve que são nascentes que formam piscinas entre montanhas com um bonito visual. Não é um tour imperdível.

Cheguei à noite na cidade, comprei um lanche e fui direto para o Hotel. Não estava legal e continuei assim pelo resto da viagem. Uma pena, porque Oaxaca e Puebla, que foi para onde segui, são lugares conhecidos pela boa comida mexicana, cafés e mescal. Não aproveitei nada disso.

19º Dia: Puebla

Logo cedo peguei um taxi e segui para o terminal de ônibus da ADO. Cinco horas depois cheguei a Puebla, meu último destino dessa viagem.

Andei sem compromisso pelo centro da cidade, onde eu estava hospedado. Inicialmente achei que Puebla seria mais do mesmo de Oaxaca, mas depois percebi que não.

À noite fiz um tour pelos bairros antigos de Puebla em um ônibus aberto. Isso fez eu querer conhecer melhor a cidade.

Roteiro de viagem ao México

20º Dia: Puebla

Passei o dia explorando Puebla, sem compromisso e acabei conhecendo muito da cidade. Tinha no meu roteiro um bate e volta a Cholula, lugar que é muito recomendado, mas resolvi abrir mão e visitar com calma Puebla. À noite sai e consegui jantar. Não estava conseguindo comer direito nos últimos 3 dias.

21º Dia: Aeroporto – Brasil

Após o café da manhã embarquei em um ônibus que me levou direto para o Aeroporto Internacional da Cidade do México. Puebla fica próxima da capital, um pouco mais que 2 horas. No dia seguinte acordei no Brasil.

Roteiro de viagem ao México

O que seria diferente

** Gostei do meu roteiro. Mas depois da experiência, tendo o mesmo tempo de viagem, talvez eu não fizesse o Tour Canyon del Sumidero e aproveitaria esse dia em Mérida, que foi praticamente cortada do roteiro inicial e que têm muitos Cenotes . Ou então ficasse mais um dia no litoral, ou até mesmo em Palenque que têm outros atrativos além da Zona Arqueológica..

Deslocamento

** As minhas viagens são econômicas, então nas cidades utilizo muito transporte público.
** Entre cidades usei avião somente entre a Cidade do México e Cancun porque a distância é grande e a passagem tem um preço bom, melhor que ônibus. Os outros trechos viajei de ônibus, o país têm ônibus bons e estradas boas. O percurso mais longo foi entre San Cristóbal de las Casas e Oaxaca com 11h de viagem.

Hospedagem

** Viajei com reservas feitas, mas com possibilidades de cancelamento sem custos.

Roteiro de viagem ao México

Documentação

** Brasileiro não precisa de visto para entrar no México. Só de passaporte.
** Para a região que fui também não precisa de certificado internacional de Vascina. Eu como tenho, levei.
** Não foi exigido, mas precisa ter um seguro viagem em uma viagem.
** A imigração foi tranquila e rápida. Fizeram umas perguntas e me liberaram.
** Peça no avião o formulário que é entregue à imigração e já leve preenchido para ganhar tempo.

Dinheiro

** Leve Dólar e troque lá por peso. Quando cheguei o Dólar estava 18,26 pesos e o Real 4,00 pesos. Veja quanto custa uma viagem econômica para o México.

Roteiro de viagem ao México

4 comentários :