Tirolesa em Morro de São Paulo - se jogue!

Tirolesa em Morro de São Paulo

Impossível não ver o cabo de aço da tirolesa em Morro de São Paulo. O ponto de partida fica no alto do morro do farol, lugar de destaque, e a descida acontece na primeira praia. Portanto todas as vezes que fui a Morro de São Paulo vi e pensei saltar de tirolesa, mas nunca aconteceu. Até que na última viagem em março deste ano fui de folga e tive todo tempo para fazer o que eu quisesse e logo que cheguei pensei em descer, mas só aconteceu no último dia.

Ano passado tive oportunidade de fazer um salto em um lugar aqui mesmo no Espírito Santo, mas não pude por causa do limite de peso. O máximo permitido é de 120 Kg e eu estou com um pouquinho mais, então não pude descer.

Esta situação fez com que eu tivesse mais vontade quando vi a tirolesa em Morro de São Paulo, mas ao mesmo tempo me travava. Até que resolvi perguntar ao pessoal de apoio que fica na praia sobre o limite de peso e tive como resposta que qualquer pessoa poderia descer. Ahn? Resolvi perguntar então a equipe que fica lá no alto do morro.

Como saltar de tirolesa em Morro de São Paulo

Tirolesa em Morro de São Paulo

Primeiro você vai ter que encarar a subida do morro. O acesso tem início em frente a igreja que fica na praça da Vila. A subida não é tão íngreme, é em forma de degraus, mas cansa. Indo devagar em alguns minutos você alcança os 70 metros para dar início a sua aventura. A extensão é um pouco mais de 300 metros e a chegada é dentro da água da primeira praia.

Lá no alto vai ter uma equipe para passar informações, colocar os equipamentos de segurança e incentivar você a descer. Na praia fica outro pessoal que freia a descida, ajuda na hora de sair da praia e tenta vender suas fotos. No alto do morro fui atendido pelo Mariano e aproveitei para tirar as minhas dúvidas sobre o limite de peso. Eles usam duas cordas e cada uma delas suporta 3 toneladas, então fiquei tranquilo. Experimentei o material e aí tomei coragem.

Se subir com mochila ou outra coisa de mão, não se preocupe porque eles lacram tudo e mandam por uma corda para der entregue a você na praia.

Em março o horário de funcionamento era das 10 às 17 horas e o valor era R$ 50,00. Na alta temporada horário e valor mudam. Mais informações no site.

O meu salto na tirolesa em Morro de São Paulo

Tirolesa em Morro de São Paulo

Cheguei no alto do morro e precisei de um tempinho para recuperar o fôlego da subida. Aproveitei para curtir uma das vistas mais bonitas de Morro de São Paulo, e aí fica a dica de ir com tempo para aproveitar o visual. Na hora que fui estava tranquilo e não havia fila para descer.

Já havia descido de tirolesa, mas não tão alta assim. Quando cheguei na ponta da descida eu brequei, além da altura, ventava um pouco, mas tentei me concentrar no visual. Pelo rádio o rapaz passava as informações para a equipe da praia e pediu para ir alguém mais forte  para o freio pois ia descer um "cara fortinho" (quis dizer gordinho), tive que rir e a descontração ajudou. Pulei.

Logo que pulei o meu corpo mudou de posição e fiquei de costas para a praia não aproveitando o melhor do visual. Então quando você for tente descer de frente. A descida, que da praia parecia ser longa, na hora achei muito rápida (talvez isso tenha a ver com o peso da pessoa) e pensei que iria demorar a hora do freio. Mas não demorou e me pegou de surpresa causando um efeito chicote no meu pescoço o que fez eu sentir por alguns dias. Então fica experto nessa hora aproveitar o salto sem problemas.

Na hora de sair da corda você cai na água da praia e com ajuda de outra corda você sai do mar e tira a última foto para lembrar da sua aventura. O meu salto foi no fim de tarde e a maré estava alta e com o vento o mar estava um pouco agitado, mas só percebi isto na hora que cheguei e foi um pouco desconfortável.

Então a dica para você aproveitar o seu salto de tirolesa  é prestar atenção no impacto da freada e observar como está o vento e o mar. Aí é só escolher um bom horário e se jogar.

Viagem econômica para Morro de São Paulo. Quanto custa?

Morro de São Paulo, Bahia

Para quem faz viagens econômicas, saber os possíveis gastos de uma viagem é fundamental. E aí algumas perguntas são feitas: qual o custo com alimentação? que na maioria das vezes é um prato feito (o famoso PF) ou uma compra no mercadinho. A hospedagem mais barata? E aí o que vem em mente é um Hostel. Os Gastos com transporte? E os passeios? Tem algum 0800 ou que podemos fazer por conta própria? Mas tem destinos com outros gastos além dos já conhecidos. Morro de São Paulo é um deles e aí vem a pergunta: quanto custa uma viagem econômica para Morro de São Paulo?

Morro de São Paulo é um lugar incrível procurado por gente de todo canto. Mas está numa ilha e para chegar lá não dá para ir nadando. Para entrar precisa pagar uma taxa de preservação e se você, alguém pode carregar a sua bagagem e é claro que isto tem um preço. Neste post vou colocar aqui os gastos básicos (valores de março) para você poder curtir, mesmo com pouca grana, uns dias em um dos destinos mais procurados da Bahia.

Viagem econômica para Morro de São Paulo


Quanto custa chegar a Morro de São Paulo?

Viagem econômica para Morro de São Paulo

Se você fizer uma viagem rodoviária o destino final será Valença, o município mais próximo de Morro de São Paulo que você conseguirá chegar. E daí em diante terá que navegar usando escuna ou lancha rápida. Existem dois pontos de embarque, no centro da cidade (R$ 12.00 a escuna e R$ 24,00 a lancha rápida) e o atracadouro Bom Jesus na ponta do curral que fica mais próximo de Morro (R$ 10,00 a escuna e R$ 18,00 a lancha). Se for de carro terá que pagar o estacionamento, o valor da diária é de R$ 20,00.

Viagem econômica para Morro de São Paulo

Mas se você for de avião, as opções são utilizar o aeroporto de Valença com voos da Azul, mas são bem limitados. Então a melhor opção é o aeroporto de Salvador com voos regulares de mais companhias aéreas. Eu fui a partir de Vitória e aproveitei uma promoção da Gol, mas normalmente são caras.

A partir de Salvador existem algumas opções de como chegar a Morro de São Paulo.  Se optar pelo serviço de transfer pode separar pelo menos R$ 100,00, mas se a ideia é economizar a opção é fazer o trajeto semi terrestre entre Salvador e Morro de São Paulo por conta própria gastando a metade do valor, R$ 50,00. Vai demorar um pouco mais.

Taxas e bagagem

Viagem econômica para Morro de São Paulo

Ao desembarcar você será abordado por vários “taxistas” oferecendo o serviço de transporte de bagagem. É, lá não circula carros e os taxis são carrinhos de mão que levam somente bagagem. Morro de São Paulo é um destino que não combina com malas com ou sem rodinhas, muita bagagem ou bagagem pesada. É praia e sem frescura, é para você ir mais leve possível. Mulheres esqueçam os saltos!

Mas se você não abre mão de levar todo o armário e se o hotel for distante, pode acreditar, você vai precisar de taxi. Já na saída do pier tem uma ladeira daquelas para subir. E aí vai pagar no mínimo R$ 15,00 por um volume pequeno. Se for de mochila é mais tranquilo.

Depois que acertar tudo com o seu taxista, você será direcionado para pagar R$ 15,00 por pessoa referente a taxa de preservação cobrada pela prefeitura de Cairu. O valor é único e não por dia. Na hora de ir embora tem a taxa de embarque de R$ 1,15.

Hospedagem

Viagem econômica para Morro de São Paulo

Quando se trata de viagem econômica, muitos pensam logo em Hostel. Eu fiquei impressionado com a quantidade de hostel que tem agora em Morro. Mas Morro de São Paulo tem também muitas pousadas e hotéis e dependendo da época que você for, pode encontrar pousadas com preços bem legais muito próximos aos valores de hosteis e não precisar ficar em quartos coletivos e usar o banheiro no corredor.

Eu fui agora em Março com dois amigos e ficamos, por falta de disponibilidade, o primeiro dia na pousada Estrela do Mar na primeira praia e os outros dias na pousada Primeira Praia e ao final a diária saiu por R$ 55,00 por pessoa.

Claro que as pousadas eram simples, mas bem localizadas com ar condicionado e um bom café da manhã. Quanto mais distante da praia, mais possibilidade de conseguir um bom preço.

Alimentação

Viagem econômica para Morro de São Paulo

Alimentação para viagem econômica é o famoso PF (prato feito) e em Morro de São vários lugares oferecem. Mas parece que combinaram e os valores são iguais, tanto na Vila como nos becos das praias, o que difere é que tem lugar que o PF de peixe, por exemplo, é mais barato do que em outro lugar. Considere R$ 20,00 por PF.

Mas se quer economizar mais ainda então procure os mercadinhos. Tem na Vila, no caminho da praia e também nas praias. Neles a cerveja lata é R$ 4,00, a água também é R$ 4,00 a de um litro e meio. O refrigerante, bom.. refrigerante eu não bebi. A cerveja em garrafa mais barata que encontrei foi a devassa por R$ 9,00 em um bar da Vila, mas normalmente é a partir de R$ 12,00. Os drinks nas barraquinhas são a partir de R$ 15,00.

Outra opção é de restaurante no quilo. Vi o Tempero Caseio na pracinha da Vila (R$ 49,90) e mais uns dois na rua que vai da Vila para a praia, os valores eram mais altos. É claro que tem também opções de restaurantes melhores À La Carte.

Os passeios

Viagem econômica para Morro de São Paulo

Você vai encontrar várias agências de turismo oferecendo passeios e ainda será abordado por vendedores na rua. São vários passeios desde descer de tirolesa por R$ 50,00 a fazer o passeio volta a ilha de dia inteiro no valor de R$ 130,00 sem refeições. Foi nesse passeio que um dia conheci e comi a lagosta do Guido na Ilha de Boipeba.

Mas também tem opções em que você pode fazer por conta própria sem gastar nada. Tem as piscinas naturais na quarta praia que é só ir caminhando com a maré baixa. Tem também a Praia de Gamboa que dá para passar o dia. É a caminhada pela praia (durante a maré baixa) já é um passeio. Se preferir, tem barco saindo toda hora do píer e a passagem custa R$ 4,00. 

Viagem econômica para Morro de São Paulo

Outras opções 0800 são conhecer o antigo forte que fica na chegada de Morro. Subir até o antigo farou e curtir uma das vistas mais bonitas do lugar. É lá do alto do morro também que o pessoal assiste de graça o  espetáculo do pôr do sol, mas se você quiser assistir num lugar mais confortável tem, é só pagar R$ 15,00.

Fui a Morro de São Paulo agora em Março, fiquei 4 dias e como já tinha ido outras vezes e feito alguns dos passeios pagos mais distante de dia inteiro, dessa vez aproveitei as praias da Vila e o que estava mais próximo a ela como as piscinas naturais da quarta praia, Gamboa e desci de tirolesa. Não fiquei preso a horários, economizei e ocupei os meus dias.

Mas se você for ficar muito tempo é bom levar uma grana para fazer os passeios pagos também para não ficar muitos dias só nas praias da Vila.

Dinheiro

Viagem econômica para Morro de São Paulo

Lá não tem banco, somente Casa Lotérica, que atende quem tem conta na Caixa, e caixa eletrônico do Bradesco e caixa eletrônico do Banco do Brasil, mas não vá confiando muito nos caixas eletrônico não, leve dinheiro.

Mas o bom é que muitos lugares já aceitam cartão de crédito e débito. Então pague tudo que puder no cartão e segure o dinheiro.

Viagem econômica para Morro de São Paulo

Com estas informações, você que não tem tanta grana, mas adora viajar, tem uma ideia dos gastos para fazer uma viagem econômica para Morro de São Paulo. Agora é só se programar e conhecer Morro de São Paulo. Boa viagem!

Como ir de Salvador a Morro de São Paulo, de catamarã ou por conta própria?

Como ir de Salvador a Morro de São Paulo

Morro de São Paulo é a uma vila localizada na ilha de Tinharé na costa do dendê, sul da Bahia. É um dos destinos mais procurados no litoral baiano e devido a geografia o visitante só chega lá navegando ou voando. Leia mais sobre Morro de São Paulo.

Estive algumas vezes em Morro de São Paulo trabalhando, acompanhando turistas em viagens rodoviárias a partir de Vitória. Nesse caso o ônibus chegava até Valença, cidade visinha, e lá navegava por 40 minutos e pronto, estava lá. Mas este mês voltei a Morro de São Paulo numa viagem de lazer com amigos. A viagem foi aérea até Salvador e pela primeira vez tive que pensar como chegar a Morro de São Paulo.

A distância entre Salvador e Morro de São Paulo é de 64 km e existem existem 04 maneiras de como chegar lá. Neste post irei explicar as 2 alternativas que usei: a mais utilizada e a mais econômica.

Como ir de Salvador a Morro de São Paulo

01) - Ir de avião. É com certeza o modo mais rápido, mas também o mais caro. Por R$ 500,00 você vai do aeroporto de Salvador a Morro de São Paulo em menos de meia hora.

02) - Ir de lancha ou catamarã. É prático e muito utilizado, pois sai do centro de Salvador e vai direto a Morro de São Paulo. O trajeto na maior parte é navegando em mar aberto e isso pode ser um problema para muita gente. Esse foi o modo que escolhi para ir de Salvador a Morro de São Paulo e vou relatar aqui.

03) - Ir pelo mar e terra com uma agência. Esta alternativa é para quem costuma passar mal e não quer navegar o tempo todo. Começa navegando entre Salvador e a ilha de Itaparica por uns 40 minutos, depois viaja de ônibus por aproximadamente 1h30min até a cidade de Valença e lá navega por alguns minutos numa lancha para chegar a Morro de São Paulo. Os transportes já ficam esperando e se não tiver nenhum contratempo, a viagem dura 3 horas. O valor do transfer, saindo do Terminal Turístico de Salvador, em março/18 estava R$ 105,00 no dinheiro e R$ 115,00 no cartão. Pode combinar com a agência o transfer a partir do hotel ou aeroporto em Salvador.

04) - Ir pelo mar e terra por conta própria. É o mesmo procedimento da opção 03, só que você terá que resolver tudo. Esta opção é para quem quer economizar uma grana, já que fica pela metade do preço. Mas é a mais demorada. Este foi o modo feito por mim na volta e vou relatar aqui.

Como ir de Salvador a Morro de São Paulo de catamarã

Foto divulgação da Biotur

Quando resolvi ir a Morro de São Paulo já tinha como certo que iria de Catamarã, não queria perder tempo fazendo baldeação entre transportes. Fui pesquisar a respeito e acabei lendo vário relatos de pessoas que não gostaram da experiência, que passaram mal e que até não recomendavam. Em Salvador também ouvi que a viagem não era muito tranquila e o catamarã balançava muito. Comecei a repensar como ir de Salvador a Morro de São Paulo.

Em Salvador fui até o Terminal Náutico Turístico, que fica atrás do Mercado Modelo, comprar a passagem e aproveitei para buscar mais informações. Um funcionário do terminal disse que na parte da manhã é mais tranquilo pois o mar está mais calmo. Fiquei sabendo também que a capitania dos portos não permite a saída das embarcações quando o mar está agitado. Bom, sendo assim paguei para ver e comprei a minha passagem.

São três empresas que fazem o trajeto (Biotur, Farol do Morro e Ilha Bela) e o valor é o mesmo, R$ 96,60. O que muda são os horários e transporte utilizado. Tem empresas que dependendo do horário usa lancha ou catamarã e tem empresa que só usa só Catamarã. A lancha é menor do que o Catamarã, é mais rápida, mas balança e bate mais que o Catamarã. Pelo horário escolhido (9 horas) a empresa era a Biotur e gostei de saber que ela só utiliza Catamarã, para quem tem receio acho que ele é melhor que a lancha .

Como ir de Salvador a Morro de São Paulo

No dia cheguei meia hora antes. No local de embarque tem banheiros e lanchonete. Na hora de embarcar não ouvi nenhum anúncio, mas como o lugar é pequeno logo vi a fila se formando. O Catamarã tinha capacidade para 100 pessoas. É fechado com ar condicionado e tem uma pequena varanda. Os lugares não são numerados, mas tem lugar para todos.

Normalmente não tenho problemas com enjoo ou náuseas, mas devido o que li e ouvi confesso que estava um pouco apreensivo. No início a navegação acontece nas águas calmas da lagoa de todos os santos, depois de um tempo ele alcança mar aberto e aí é claro que tem balanço sim. Não sei se tive sorte no dia, mas foi tudo tranquilo, não passei mal e viajei numa boa, mas vi sim uma moça com a cabeça para fora da embarcação vomitando.

A experiência é muito particular, vai depender de como estiver o mar e se você costuma passar mal ou não. Mas se você não tem problemas, esta é a maneira mais prática de ir de Salvador a Morro de São Paulo. O Catamarã (ou lancha) sai do centro de Salvador e vai direto a Morro. Eles falam que são duas horas de viagem, mas não acredite muito. A minha viagem demorou 3 horas.

 

Como comprar

Pode comprar pelo site da empresa ou no local. Na alta temporada e feriados é bom comprar com antecedência. Viajei agora em março e comprei 2 dias antes no local, viajei com dois amigos e eles deixaram para comprar na hora e conseguiram. Aceitam cartão.

O valor na ida é de R$ 96,60 e a volta é R$ 95,20, mas se comprar a ida e volta juntas a volta fica por R$ 80,00. Fui com a Biotur devido o horário e por ser Catamarã. As viagens acontecem todos os dias tem os seguintes horários: 08:30 – 9:00 – 10:30 – 13:00 – 14:30. Veja mais informações no site do Terminal Turístico.

Como ir de Morro de São Paulo a Salvador por conta própria

Como ir de Salvador a Morro de São Paulo
Embarcação convencional que faz o trajeto entre Morro de São Paulo e Valença

Deixei para comprar a minha volta em Morro de São Paulo. Queria ver primeiro como era a viagem toda marítima e como não estava com pressa de sair de Morro de São Paulo pensei na alternativa de fazer o trajeto semi terrestre por conta própria. Estava com tempo e como um sobrinho que mora em Salvador foi e voltou desse modo e disse que era tranquilo, resolvi arriscar. Mas não tinha nenhuma informação mais detalhada, não sabia se conseguiria logo transporte, se iria esperar muito.

Embarquei às 11 horas na escuna (R$ 10,00) em Morro de São Paulo e depois de 1 hora cheguei no atracadouro Bom Jesus que fica na Ponta do Curral. A navegação nesse trajeto é tranquila e gostosa, relaxa e aproveite. A escuna sai de Morro, navega uns 20 minutos até Gamboa para embarque e desembarque, depois para no atracadouro e vai até o centro de Valença. Este trajeto pode ser mais rápido navegando em lanchas rápidas, mas a ideia aqui era não ter pressa e economizar (a lancha rápida custa R$ 18,00).

Quando cheguei no atracadouro já fui abordado por um taxista oferecendo viagem para o terminal marítimo de Bom Despacho que fica na ilha de Itaparica e é de onde saem os Ferry boat para Salvador. Seria uma viagem coletiva com o custo de R$ 30,00 por pessoa, mas não havia mais ninguém interessado e pra mim não seria viável.

Como ir de Salvador a Morro de São Paulo
Ônibus simples que faz o trajeto Atracadouro e Valença

Cheguei a ter uma pontinha de preocupação se conseguiria sair logo dali, mas em frente ao atracadouro estava um ônibus esperando o desembarque da escuna para levar passageiros para Valença. Este ônibus faz o trajeto todos os dias. Talvez você esteja perguntando pra que descer ali e seguir de ônibus para Valença se poderia ir direto de escuna. A vantagem é que assim você desce antes no trevo onde fica um posto da polícia e pode pegar um ônibus, van ou até mesmo um taxi coletivo.

Embarquei então no ônibus para Valença, paguei R$ 4,00 de passagem, falei para a cobradora que queria descer no trevo da polícia. Uns 15 minutos depois desci e fui logo abordado por outro taxista. Parece que eles já ficam ali esperando o pessoal que vem do atracadouro. Já tinha um casal para a viagem, o valor cobrado foi também de R$ 30,00. No ponto de ônibus havia uma van cobrando R$ 25,00 mas já estava bem cheia e segundo o taxista ela não iria direto para Bom Despacho, no caminho eu teria que trocar de van.

Segundo o pessoal que conversei, passa ônibus toda hora, mas duvidei pois olhei no site da empresa e vi que o último era meio dia. Não quis arriscar e resolvi então segui no taxi que fez o mesmo preço da van. O trajeto terrestre é bom, todo em rodovia asfaltada, passa por cidades como Nazaré das Farinhas e a viagem é rápida. Só senti calor, o taxi não tinha ar segundo o motorista.

  
Como ir de Salvador a Morro de São Paulo
Interior do Ferry Boat. Não tem ar condicionado, mas não fez calor

Uma hora depois cheguei ao terminal marítimo de Bom Despacho. Foi bem rápido e dei sorte também pois como era um taxi coletivo ele poderia pegar mais algum passageiro no caminho, mas não entrou mais ninguém. Cheguei a tempo de embarcar no Ferry boat das 14 horas para Salvador. Só desembarquei 1h20min depois no Terminal Marítimo de São Joaquim, achei bem demorado, mas esse tempo de travessia varia conforme o Ferry boat. Têm mais rápidos, mas não tem como saber qual é o da vez.

Fazendo a volta dessa forma o tempo de viagem de Morro de São Paulo a Salvador foi de 4h e 20min e gastei R$ 44,00. Na ida de Catamarã o tempo foi de 3 horas e o custo foi de R$ 96,00. Indo ou voltando por conta própria o valor gasto é menos da metade do preço de um transfer. Considerando a economia vale a pena demorar um pouco mais. Mas se houver desencontro entre chegada e saída dos transportes o tempo de viagem aumenta bastante.

Considerações

* O trajeto terrestre de taxi é mais rápido do que de ônibus, mas pode ser mais desconfortável por ser coletivo e se não tiver ar condicionado.
* Uma das empresas de ônibus que faz o trajeto Valença a Bom Despacho é a Cidade Sol. No site tem somente 03 horários de ônibus, mas segundo uma funcionária da empresa, tem ônibus de hora em hora vindo de outras cidades das 06 às 19 horas sempre coincidindo com o horário do Ferri boat.
* O valor do trajeto terrestre é praticamente igual tanto de ônibus, van ou taxi Tem pouca diferença então escolha o que for melhor para você.
* Se ao chegar no atracadouro tiver um taxi por R$ 30,00 já saia com ele dali pois no trevo o valor será o mesmo.
* Tinha muitas dúvidas se encontraria transporte com facilidade pois não encontrei nenhuma informação nesse sentido. Mas vi que sim, tem transporte regular, formal ou informal.
* O Ferry boat funciona todos os dias de hora em hora das 05 às 23:30 horas.
*  Tem ônibus circular regular entre o atracadouro e Valença. 
* Observe que o terminal do Ferry Boat em Salvador é diferente do terminal dos catamarãs .
* Ferry Boat transporta também veículos, mas existe um lugar separado para pessoas.

Como ir de Salvador a Morro de São Paulo

Então como ir de Salvador a Morro de São Paulo por conta própria?

Salvador a Bom Despacho: Ferry boat que sai do Terminal Marítimo de São Joaquim. O tempo pode variar e custa R$ 5,00 durante a semana e R$ 6,70 nos finais de semana.

De Bom Despacho a Valença: tem ônibus que espera o Ferry boat e que sai do próprio terminal marítimo. Passagem R$ 25,00. Mas tem opção de van e taxi.

Valença a Morro de São Paulo: Tem opção de escuna no centro da cidade (R$ 12,00) e lancha rápida (24,00) e no atracadouro (R$ 10,00 e R$ 18,00). |Nesse caso é melhor ir até o centro de Valença.

Vale a pena ir por conta própria?

Se você passa mal em transporte marítimo e/ou tá ruim de grana e precisa economizar, então vale a pena sim.

Mas se não tá nem aí para o balanço do mar e grana não é o problema, então não perca tempo e vá de Catamarã!

Como é o desfile das campeãs do Rio de Janeiro

Desfile das Campeãs

Em vários lugares do Brasil acontecem desfiles de escolas de samba. Acontece em São Paulo, Florianópolis, Vitória…. aliás é em Vitória que acontece o primeiro desfile, uma semana antes do carnaval e se eu não estiver trabalhando, serei encontrado no nosso sambódromo que é conhecido como Sambão do Povo (já escrevi sobre o nosso carnaval) . Mas quando o assunto é desfile de escolas de samba é no Rio de Janeiro que pensamos, o mais famoso de todos.

Mas muita gente não consegue, por vários motivos, ir assistir o maior espetáculo do carnaval brasileiro. Ainda bem que acontece, no sábado seguinte ao carnaval, o desfile das campeãs e aí resolve o problema de muitas gente que não pode ir assistir o desfile oficial.

Só assistir o desfile das campeãs é a história de muita gente, inclusive de um casal amigo meu, Marcelino e Tânia. Eles trabalhavam durante o carnaval e não podiam ir ao desfile no Rio, como são apaixonados por samba resolveram um dia viajar para assistir o desfile das campeãs e nunca mais pararam. No início viajam sozinhos ou com a família, mas muitos amigos começaram a pedir para ir juntos, então eles passaram a organizar as excursões para o desfile das campeãs e lá se vão 28 anos. Este ano aceitei o convite para viajar com eles e voltei ao desfile das campeãs depois de muito tempo, mas agora fui como passageiro e não trabalhando como Guia de Turismo como nas vezes anteriores.

Desfile das Campeãs


Como é a viagem?

O Marcelino e a Tânia montam um pacote saindo de Vitória, com transporte rodoviário, serviço de bordo na ida, Guia de Turismo, hospedagem em hotel com café da manhã, transfer hotel/sambódromo/hotel e ingresso para arquibancada ou frisas. E tem ainda a opção de 01 ou 02 pernoites. Fui no pacote com 02 pernoites saindo na quinta-feira e assim tive mais tempo no Rio. A viagem foi em ônibus leito e apesar de ser viagem de carnaval, samba, não teve farra ou bebedeira e foi bem tranquila.

Como é o desfile das campeãs?

Desfile das Campeãs

Desfilam as 6 escolas de samba melhores classificadas seguindo a ordem da 6ª para a 1ª colocada. As escolas participam quase completas, digo quase porque talvez algum componente falte, uma fantasia não esteja tão perfeita mais ou falte algum detalhe das alegorias, mas o que não falte é alegria. Acho até que no dia do desfile das campeãs a alegria é maior na avenida, pois não estão disputando mais, não estão preocupadas com as notas dos jurados, aliás nem tem mais jurados. No desfile das campeãs elas só comemoram, as escolas estão mais alegres porque simplesmente são campeãs.

O desfile das campeãs dura a noite toda então vá preparado. Descanse para você aproveitar.


Sambódromo


Desfile das Campeãs

A avenida onde acontece o desfile das campeãs fica novamente lotado. Tem quem foi no dia oficial e volta para ver a sua escola campeã, tem quem só pode ir agora e tem quem prefere ir ao desfile das campeãs pois vê as melhores num dia só. O desfile oficial acontece em dois dias, ou melhor, duas noites inteiras, são dois ingressos e no desfile das campeãs é um ingresso só que custa a metade do preço. Isso ajuda também a encher o sambódromo.

E para atender a essa gente toda o sambódromo funciona com todos os serviços normalmente. Tem segurança, serviço médico, praça de alimentação e ainda vendedores que circulam o tempo todo nas arquibancadas para você não precisar sair do lugar.

Desfile das Campeãs


Pode levar comida e bebida

Claro que os preços de lanches e bebidas são bem mais caros (cerveja lata R$ 8,00) e só vai ter a cerveja patrocinadora do evento e pode ser uma que você não gosta. Mas você pode economizar levando uma bolsa térmica com lanche e sua cerveja preferida. Mas atenção não pode entrar com caixa térmica.

No desfile das campeãs todos os setores são vendidos: arquibancada, frisas, cadeiras numeradas e camarotes. Arquibancada tem uma visão panorâmica, é de concreto, não tem lugar marcado e sem cobertura. Frisas e cadeiras ficam próximas a avenida sendo possível ver detalhes, são marcadas, mas também não tem cobertura. Camarote é para quem quer uma festa particular. É só escolher e aproveitar.

Desfile das Campeãs


Arquibancada

Na excursão que fui as opções eram arquibancadas e frisas. Fui de arquibancada. Elas não são todas iguais não. Dependendo da localização você tem uma visão diferente do desfile. As de numeração menores ficam mais próximas do início do desfile. Fiquei na número 11 mais para o final. Uma vantagem foi ver de frente a escola praticamente toda na avenida e já super animada, outra vantagem foi ficar ao lado do recuo da bateria, ou seja, ao lado do coração da escola. O recuo é o local que a bateria fica para a escola passar.

A arquibancada é super animada e o público é bom. Ao meu redor havia uma casal carioca que cantava com muita empolgação o samba de toas escolas, uns jovens argentinos que começaram empolgados, mas com o passar do tempo já não estavam tanto e uma senhora de aproximadamente 80 anos desacompanhada e muito feliz. Era a quinta vez dela no desfile.

Desfile das Campeãs

A maioria das arquibancadas não tem lugar marcado (somente a turística de número 09) e a sua visão muda conforme o lugar, então é interessante ir mais cedo para conseguir um bom lugar. Mas se isso não faz diferença para você então tudo bem, mas saiba que vai ter que passar entre as pessoas pois fica lotada. Nas espaços (frisas, box, …) que tem lugar marcado você pode chegar uns minutos antes do desfile.

Em excursão seguimos os horários marcados e cheguei umas duas horas antes. Esperei muito tempo, mas consegui um bom lugar ao lado da bateria. Mas indo de excursão tem a comodidade de receber o ingresso com tranquilidade e o ônibus nos deixa na entrada próxima a nossa arquibancada e ao final do desfile nos pega no mesmo lugar e nos levar para o hotel. Nessa hora estava muito cansado, mas muito feliz. Se gosta de escola de samba vá pelo menos ao desfile das campeãs, vale muito a pena!

Real Gabinete Português de Leitura, uma das Bibliotecas mais bonitas do mundo

Real Gabinete Português de Leitura

Uma estante escura cheia de livros ocupando uma imensa parede. Imagem que não lembro em que situação e nem quando vi, mas que nunca esqueci e que descobri depois que se tratava do Real Gabinete Português de Leitura na cidade do Rio de Janeiro. Um Gabinete Português de Leitura é muito mais que uma biblioteca, é uma associação, uma instituição criada por portugueses para promover cultura, conhecimento e estreitar a relação entre os portugueses de Portugal e os do Brasil.

E até escrever este post eu acreditava que o Gabinete de Leitura da cidade do Rio de Janeiro fosse o único no Brasil, mas não é, agora sei que existem pelo menos mais dois, o Gabinete Português de Leitura da Bahia, em Salvador, e o Gabinete Português de Leitura de Pernambuco em Recife.

Real Gabinete Português de Leitura

Mas voltemos ao do Rio de Janeiro. O Real Gabinete Português de Leitura, entre os três é o mais antigo, foi criado em 1834 por imigrantes portugueses pensando nos conterrâneos que moravam na capital do Império. Em 1990 passa a ser uma biblioteca pública e o título “Real” foi dado pelo Rei de Portugal D. Carlos 6 anos depois quando no Brasil já era República.

Real Gabinete Português de Leitura

Há muito tempo queria conhecer o lugar e aproveitei minha ida ao Rio no último fim de semana para ir até lá. Só sabia que ficava no centro e tinha a Praça Tiradentes como referência. Fui de metrô, desci na estação Uruguaiana e passando pelo comércio popular caminhei para lá.

A uma quadra da praça, por sorte, vi uma pequena placa indicando o Real Gabinete Português de Leitura pra uma das estreitas ruas do centro do Rio de Janeiro, a Rua Luís de Camões. Endereço apropriado para quem guarda um dos poucos exemplares da primeira edição do livro Os Lusíadas. No número 30 uma placa confirmava que eu havia chegado ao endereço que abriga desde 1887 o Real Gabinete Português de Leitura e que foi inaugurado pela Princesa Isabel.

Real Gabinete Português de Leitura

Só uma pequena recepção separa a rua da sala de leitura. Não é necessário pagar para visitar, basta colocar num livro de registro os seus dados e entrar. Pronto, estava eu ali diante das estantes escuras, bonitas e cheias de detalhes. Elas cobrem toda parede e vão até o teto e quem as acompanha com o olhar chega a uma vitral central que ilumina naturalmente todo o ambiente, mas ainda assim há no centro um lustre vindo de Portugal. Nas estantes estão exemplares do maior acervo de livros portugueses fora de Portugal. A biblioteca possui também edições e até manuscritos raros que não ficam expostos ali.

Real Gabinete Português de Leitura


Livros disponíveis no Real Gabinete Português de Leitura

O salão não é tão grande, pensei que fosse maior, mas é alto tendo três níveis de estantes. No centro da sala só há umas poucas mesas em madeira para leitura ou pesquisa. Sim, os livros não estão ali servindo de decoração. Você pede o livro para uma das funcionárias que ficam na sala, outro funcionário irá buscá-lo pois não pode tocar neles nas estantes.

Se o livro estiver na última estante do último andar é só você virar bem a cabeça para o alto e conseguirá ver a pessoa no alto de uma escada. Só não sei se conseguirá ler pois toda hora tem gente visitando o espaço tirando fotos (pode sem flash) e conversando, mesmo sendo proibido. Se você for sócio do Real Gabinete Português de Leitura pode até levar o livro para ler em casa, mas só edições a partir de 1950.

Real Gabinete Português de Leitura

O Real Gabinete Português de Leitura é uma das maiores bibliotecas da América Latina com um acervo com mais de 350.000 livros. Possui também obras de arte, mas não estavam expostos na sala de leitura que é o único espaço aberto a visitação. Entre outros ambientes, no prédio tem o auditório que só é frequentado em eventos ou cursos que são promovidos. O Real Gabinete já abrigou a Academia Brasileira de Letras e é a quarta biblioteca mais bonita do mundo na lista da revista Time.

Real Gabinete Português de Leitura

Quando cheguei ao Real Gabinete Português de Leitura queria logo entrar e não prestei atenção na sua fachada. Ela é bonita toda feita em pedra de Lioz trazidas de Lisboa, lembra construções da capital portuguesa. Tem também algumas estátuas de personagens portuguesas como Luís de Camões. Quando for ao Rio de Janeiro conheça uma das Bibliotecas mais bonitas do mundo.

Real Gabinete Português de Leitura


VISITA

Aberta de segunda a sexta das 09 às 18 horas. Visitação grátis.
Não pode comer nem beber no interior;
Tocar os livros,
Falar ao celular,
Conversar,
Ler livros pessoais,
Colocar objetos sobre as mesas.
Há guarda volume na recepção.

ONDE FICA

Rua Luís de Camões, Nº 30 no centro do Rio, próximo a Praça Tiradentes.
A estação de metrô mais próxima é a Uruguaiana, mas a Carioca também não é distante.
Mais informações no site oficial

Acquamania, uma boa opção de parque aquático em Guarapari

Acquamania -Guarapari - guiaeturismo

Gosta de parque aquático? Temos uma boa opção aqui no Espírito Santo, mas precisamente em Guarapari. Pois é, Guarapari além de ter praias maravilhosas também tem o maior parque aquático do estado, o Acquamania. Ótima opção para quem prefere piscina ou até mesmo para quem quer variar entre uma praia e outra. O Acquamania inaugurado em 1995 oferece muitas opções para você passar o dia se divertindo.

Conheci o Acquamania logo que inaugurou. Trabalhei numa agência que organizava excursões para o parque e eu acompanhava os estudantes. Depois as excursões pararam e acabei não voltando. Mas recentemente fui convidado pelo Marketing do Acquamania a visitar o parque e lá voltei. O tempo fez bem pra ele, tá maior e melhor. Outra coisa legal que ele tá cercado por verde, a localização é bem legal.

Acquamania -Guarapari - guiaeturismo

A entrada do parque é uma vila de construções que lembram pequenas cidades e as casas e casarões não são só cenografia, eles abrigam lojas e cafés, como também a Bilheteria.

Acquamania -Guarapari - guiaeturismo
Piscina do Forte

Ao passar a catraca o que se vê é a piscina do forte, uma área aproveitada por adultos e também crianças, foi ali que fiquei a maior parte do tempo. Também é possível ver uma parte da piscina Lagoa Mirim, uma área exclusiva para as crianças. Os desavisados podem pensar que o parque se limita ao que viram de imediato e achar que ele é pequeno, mas tem muito mais. O Acquamania foi construído aproveitando o desnível do terreno e as outras atrações estão na parte mais baixa.

Acquamania -Guarapari - guiaeturismo
Lagoa Mirim

Logo na entrada da área das piscinas, à esquerda tem um rampa com um túnel que dá acesso a Enseada do Pirata, uma área grande com algumas atrações que também atendem adultos e crianças. Tem uma grande piscina com um navio pirata no centro dela e que com certeza é o que mais atrai a garotada. Para os adultos que querem algo com mais adrenalina tem duas torres altas para descer e ainda tem uma rampa que dá para descer em grupo.

Acquamania -Guarapari - guiaeturismo
Enseada do Pirata

Acquamania -Guarapari - guiaeturismo

Mas as atrações não acabam por aí não. Saindo da Enseada do Pirata e passando pela piscina do Forte você desce uma escada e logo encontra as piscinas de Biribol e indo à direita tem o rio lento para dar aquela relaxada esparramado numa boia.

Acquamania -Guarapari - guiaeturismo
Rio Lento

E é ali bem ao lado do Rio Lento que estão as atrações que acho mais legal, os toboáguas. Tem pra todos os gostos, tem cheios de curva, tem os que descem com boias e tem os que descem usando um tapete. Escolha o seu e aproveite.

Acquamania -Guarapari - guiaeturismo
Acquamania -Guarapari - guiaeturismo

Mas se toboágua não é a sua praia, então desça mais um pouco e aproveite o último espaço do parque onde está a piscina com ondas. Mas vou logo avisando, o lugar é concorrido.

Acquamania -Guarapari - guiaeturismo
Piscina com ondas

INGRESSO

Você pode adquirir no próprio parque e lá o Valor da inteira é de R$ 90,00 (janeiro/18), mas pode também comprar pelo site do parque e pagar um pouquinho menos R$ 84,00.

Não achou tão barato não, pois é, veja se você não encaixa no grupo de pessoas que tem direito a meia-entrada: crianças até 12 anos, idosos acima de 60 anos, pessoas com deficiência, doadores de sangue e estudantes com carteirinha. O parque também está estudando em incluir os professores.

Crianças com menos de 1 metro de altura não pagam.
Aniversariante do dia que estiver acompanhado com mais 10 pessoas também não pagam.

CARTÃO DE CONSUMO

Dentro do parque para fazer as compras você precisa do cartão de consumo que pode ser adquirido logo na bilheteria de entrada ou em algum dos caixas espalhados pelo parque. Você deposita um valor que pode ser feito em dinheiro, cartão de débito ou de crédito. Tudo que você for comprar dentro do parque será descontado desse cartão de consumo,se gastar tudo é só depositar mais dinheiro, se ao final do dia não gastar tudo que depositou você pode retirar o restante, mas isso só se o depósito foi em dinheiro ou cartão de débito, se foi no cartão de crédito você fica com crédito para usar quando voltar ao parque.

FUNCIONAMENTO

O horário sofre alterações conforme a temporada (consulte o site do parque) , mas normalmente é das 10h às 17 horas nos finais de semana.

No verão costuma abrir de terça a domingo.

ESTRUTURA

O parque tem uma boa estrutura com estacionamento amplo, ambulatório médico, guarda-vidas, restaurantes, lanchonetes, guarda-volumes e boias. 

GUARDA VOLUME

Tem um custo: R$ 15,00 (janeiro/18)

ALIMENTAÇÃO E BEBIDAS

Tem lanchonetes espalhadas pelo parque que além de lanches oferece refeições, mas o único que é self service no quilo fica na vila de entrada e pra ir lá você precisa passar pelas catracas. É permitido retornar sem problemas. O buffet não tem muitas opções, mas é bem melhor do que comer dentro do parque. Em janeiro o quilo era R$ 49,90.

Além de comida e lanche o parque oferece sorvete, açaí, sucos, refrigerantes e cervejas em lata. O latão estava R$ 8,00.

Não é permitido entrar com alimentos e bebidas.

LOCALIZAÇÃO

O parque fica no município de Guarapari, mas não dentro da cidade. No sentido Vitória – Guarapari ele está uns 15km antes entre a Rodovia do Sol e a BR 101. É possível chegar pelas duas rodovias, mas é mais próximo de Vitória e o caminho é melhor indo pela BR 101 e depois do primeiro pedágio entrar à esquerda no KM 319.


Se você curti parque aquático, você irá gostar do Acquamania. O aproveitamento do desnível do terreno para distribuir as atrações foi bom, mas se você, assim como eu, é um pouco acomodado e não quer ficar subindo e descendo escadas o dia todo, então escolha a sua atração e aproveite o dia ali mesmo.