Dicas de Santa Teresa na região serrana do Espírito Santo

Santa Teresa

Santa Teresa, localizada a 80km de Vitória na região serrana do Espírito Santo, é uma típica cidade do interior colonizada por imigrantes. Nesse caso italianos que chegaram em 1875 e a origem dos colonizadores está presente por toda cidade, no modo de falar dos moradores, nas construções, gastronomia e nas festas, muitas festas.




De uns tempos pra cá, Santa Teresa criou um calendário de festas e eventos para atrair cada vez mais visitantes e turistas. Mas a mais tradicional, e uma das mais concorridas, é a Festa do Imigrante promovida justamente para comemorar a chegada e instalação dos imigrantes na colônia. Sem dúvida alguma o ponto alto da festa é a "Carretella Del Vin", um desfile pelas ruas da cidade mostrando toda trajetória, com muita música, comida e bebida, afinal de contas isto não pode faltar numa festa italiana.

Santa Teresa

Mas se for à Santa Teresa fora do período da festa, é possível conhecer a história da cidade visitando o Museu da Cultura e Imigração Italiana que abre de quinta a domingo das 9 às 12hs  e 14 às 17hs e funciona no primeiro andar da Galeria Cultural Virgínia Gasparini Tamanini que está aberta diariamente das 8 às 17hs pois no térreo tem artesanato e produtos da região como biscoitos, doces, vinhos e licores.

A galeria fica no centro da cidade, aliás a maioria dos atrativos está no centro de Santa Teresa e recomendo que estacione o carro e ande a pé, você irá aproveitar melhor. É no centro que estão os casarões, muitos dos restaurantes e comercio em geral, a igreja Matriz e ao lado dela a Rua do Lazer que pode muito bem ser chamada de rua gastronômica pois o que predomina são bares, restaurantes, lanchonetes e café.

Santa Teresa
Rua de Lazer

A Rua do Lazer é a Rua Coronel Bonfim Júnior que é fechada para circulação de veículos nos finais de semana e feriados e ocupada por mesas dos estabelecimentos comerciais. A sobremesa está logo no início no Café Zanoni, não deixe de comer o quindim. Depois vem uma sequência de bares e restaurantes.

E se você, assim como eu, gosta de tomar uma cerveja gelada com tira-gosto num bom boteco, não passe despercebido pelo Bar Elite. Um bar tradicional de 1920, e se for num domingo de dia e der sorte terá além da cerveja uma cantada italiana.

Santa Teresa

Quanto aos restaurantes, em Abril fui a dois deles como convidado do Pocando no ES, encontro de blogueiros de viagens promovido pelo Capixaba na Estrada. Jantei no Bar e Restaurante Fabrício, ambiente mais descolado com boa comida e bom atendimento. No dia seguinte almocei no já conhecido Taberna Lounge com a sua pegada medieval.
Santa TeresaCantada aos domingos no Bar Elite

Na Rua de Lazer, antes de sentar na primeira mesa a sua frente, circule pela rua e observe o casario. São construções bonitas e com grande valor histórico. E à noite, depois do pecado da gula, não vá embora logo. Ali há uma pequena praça onde costuma ter apresentações de grupos culturais e bandas com um som muito bom, mas se preferir esticar à noite até de madrugada então você tem que ir ao Pub Toca da Rota. Quem passa em frente não imagina como é o ambiente lá dentro, é muito bom. Funciona nos finais de semana e feriados, é concorrido e costuma ter fila para entrar.

Santa Teresa
Orquidário do Museu Mello Leitão

Ainda no centro da cidade há a Praça Augusto Ruschi e pertinho dela está o Museu de Biologia Mello Leitão na chácara onde viveu Augusto Ruschi, filho de imigrantes, nasceu e viveu em Santa Teresa. Era agrônomo, ecologista, naturalista e apaixonado por beija-flor e orquídeas, ele é o Patrono da Ecologia no Brasil. Vá ao museu, conheça mais sobre esse homem e ande despreocupado entre as arvores e plantas. Aberto para visitação de terça-feira a domingo das 8h às 17h. Entrada grátis.

Fora do centro têm outros atrativos, vinícolas e circuitos e aí precisa ir de carro. Tem a Casa Lambert, uma das primeiras construções da cidade. A casa de estuque foi feita pelos irmãos Lambert e chama atenção de quem passa. É aberta a visitação de quinta a domingo e feriados das 9 às 12hs e das 13:30 às 16:30hs.

Santa Teresa
Santa Teresa produz vinho, espumantes e licores

Em terra de italianos não pode faltar vinho e em Santa Teresa existem algumas pequenas vinícolas familiares que produzem vinho de mesa. Uma delas é a Cantina Mattiello, ela oferece aos visitantes loja de seus produtos, cafeteria e visita guiada para conhecer o processo de produção com degustação ao final. A visita guiada deve ser agendada e existe um custo. A loja funciona todos os dias das 8 às 17hs.

CIRCUITOS TURÍSTICOS

Como Santa Teresa está em uma região serrana, então têm muitos vales. Eles cercados por natureza e com propriedades rurais, capelas, pousadas, restaurantes e com muita beleza se tornaram circuitos turísticos. O mais antigo e conhecido é o Circuito Caravaggio, nele estão lugares gostosos que recebem visitantes como a Casa do Espumante, o Liquori Ferrari e bem no alto está a rampa de voo livre, que mesmo quem não tem intenção de voar deve fazer uma visita, de preferência no fim de tarde. O visual vale a pena. Outro circuito que ainda não é tão conhecido, e por isso é mais vazio, é o Circuito Colibris.

Santa Teresa
Rampa de voo livre no Circuito Caravaggio

Já na saída da cidade, quando estiver voltando para Vitória, pare para tomar o seu último café ou comprar biscoitos e doces maravilhosos na loja da fábrica Claid’s Biscoitos.

Devido a proximidade com Vitória é possível fazer passeio de um dia em Santa Teresa conhecendo muita coisa. Mas aproveite melhor o seu tempo e durma na cidade.

ONDE FICAR EM SANTA TERESA


Santa Teresa

Durante o Pocando no ES fiquei hospedado na Casa da Nonna Pousada. Não conhecia e foi uma boa surpresa. Fui recepcionado pela provável Nonna, mas ela logo foi chamar a filha Célia que é a proprietária da pousada, muito atenciosa, simpática e que faz os deliciosos bolos do café da manhã.

A Célia aproveitou o sobrado da mãe, construiu uma outra parte e deu origem a pousada que foi inaugurada este ano, portanto está novinha com ótimas instalações. São 5 suítes completas e 6 quartos que compartilham 3 banheiros nos corredores.

Na diária está incluído o café da manhã que não é exagerado, porém muito gostoso com opções de sucos naturais, pães e bolos caseiros. Eu que não sou muito de café da manhã, exagerei no bolo de milho.

A localização é outro ponto favorável para quem, igual a mim, gosta de ficar no centro de Santa Teresa. Ela está próxima ao comércio, galeria de artesanato e a uma quadra da Rua de Lazer, não precisando de carro. Mas como fica bem na rua sugiro para quem tem um sono mais leve que peça um quarto mais nos fundos. É bom saber também que a pousada funciona no primeiro andar e o acesso é feito por um lance de escada.

Fiquei somente uma noite, mas gostei muito. Me senti como se estivesse na casa de alguém e não numa pousada.

COMO IR

A partir de Vitória pela BR 101 norte até a cidade de Fundão e depois entrar a esquerda continuando pela rodovia estadual ES 164.

De ônibus é com a Viação Lírio dos Vales.



Pocando no ES

2 comentários :

  1. Olá Marcelo,
    Já estive no Espírito Santo mas não conhecia Santa Teresa, obrigado por me mostrar mais um lugar bem interessante aí no Brasil. Grande abraço e boas viagens.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Espírito Santo tem lugares incríveis e poucos conhecidos. Que bom que ajudei a descobrir mais um. Volte mais vezes.
      Obrigado por visitar o meu blog.

      Excluir