Tirolesa em Morro de São Paulo - se jogue!

Tirolesa em Morro de São Paulo

Impossível não ver o cabo de aço da tirolesa em Morro de São Paulo. O ponto de partida fica no alto do morro do farol, lugar de destaque, e a descida acontece na primeira praia. Portanto todas as vezes que fui a Morro de São Paulo vi e pensei saltar de tirolesa, mas nunca aconteceu. Até que na última viagem em março deste ano fui de folga e tive todo tempo para fazer o que eu quisesse e logo que cheguei pensei em descer, mas só aconteceu no último dia.

Ano passado tive oportunidade de fazer um salto em um lugar aqui mesmo no Espírito Santo, mas não pude por causa do limite de peso. O máximo permitido é de 120 Kg e eu estou com um pouquinho mais, então não pude descer.

Esta situação fez com que eu tivesse mais vontade quando vi a tirolesa em Morro de São Paulo, mas ao mesmo tempo me travava. Até que resolvi perguntar ao pessoal de apoio que fica na praia sobre o limite de peso e tive como resposta que qualquer pessoa poderia descer. Ahn? Resolvi perguntar então a equipe que fica lá no alto do morro.

Como saltar de tirolesa em Morro de São Paulo

Tirolesa em Morro de São Paulo

Primeiro você vai ter que encarar a subida do morro. O acesso tem início em frente a igreja que fica na praça da Vila. A subida não é tão íngreme, é em forma de degraus, mas cansa. Indo devagar em alguns minutos você alcança os 70 metros para dar início a sua aventura. A extensão é um pouco mais de 300 metros e a chegada é dentro da água da primeira praia.

Lá no alto vai ter uma equipe para passar informações, colocar os equipamentos de segurança e incentivar você a descer. Na praia fica outro pessoal que freia a descida, ajuda na hora de sair da praia e tenta vender suas fotos. No alto do morro fui atendido pelo Mariano e aproveitei para tirar as minhas dúvidas sobre o limite de peso. Eles usam duas cordas e cada uma delas suporta 3 toneladas, então fiquei tranquilo. Experimentei o material e aí tomei coragem.

Se subir com mochila ou outra coisa de mão, não se preocupe porque eles lacram tudo e mandam por uma corda para der entregue a você na praia.

Em março o horário de funcionamento era das 10 às 17 horas e o valor era R$ 50,00. Na alta temporada horário e valor mudam. Mais informações no site.

O meu salto na tirolesa em Morro de São Paulo

Tirolesa em Morro de São Paulo

Cheguei no alto do morro e precisei de um tempinho para recuperar o fôlego da subida. Aproveitei para curtir uma das vistas mais bonitas de Morro de São Paulo, e aí fica a dica de ir com tempo para aproveitar o visual. Na hora que fui estava tranquilo e não havia fila para descer.

Já havia descido de tirolesa, mas não tão alta assim. Quando cheguei na ponta da descida eu brequei, além da altura, ventava um pouco, mas tentei me concentrar no visual. Pelo rádio o rapaz passava as informações para a equipe da praia e pediu para ir alguém mais forte  para o freio pois ia descer um "cara fortinho" (quis dizer gordinho), tive que rir e a descontração ajudou. Pulei.

Logo que pulei o meu corpo mudou de posição e fiquei de costas para a praia não aproveitando o melhor do visual. Então quando você for tente descer de frente. A descida, que da praia parecia ser longa, na hora achei muito rápida (talvez isso tenha a ver com o peso da pessoa) e pensei que iria demorar a hora do freio. Mas não demorou e me pegou de surpresa causando um efeito chicote no meu pescoço o que fez eu sentir por alguns dias. Então fica experto nessa hora aproveitar o salto sem problemas.

Na hora de sair da corda você cai na água da praia e com ajuda de outra corda você sai do mar e tira a última foto para lembrar da sua aventura. O meu salto foi no fim de tarde e a maré estava alta e com o vento o mar estava um pouco agitado, mas só percebi isto na hora que cheguei e foi um pouco desconfortável.

Então a dica para você aproveitar o seu salto de tirolesa  é prestar atenção no impacto da freada e observar como está o vento e o mar. Aí é só escolher um bom horário e se jogar.

0 comentários :