Mangal das Garças, um lugar que deve ser visitado em Belém

Mangal das Garças em Belém

Para completar o meu primeiro dia de tour em Belém fui ao Mangal das Garças. Que surpresa boa! Foi um dos lugares mais bonitos que conheci na cidade. Na verdade eu não esperava tantos e bons atrativos em Belém além do Mercado Ver-o-Peso. Quebrei a cara! O Mangal das Garças é um belo e interessante lugar que deve se visitado na capital do Pará. Não pode ficar de fora do seu roteiro.

Mangal das Garças em Belém

Tudo bem que o nome já diz que é o lugar das garças, mas logo na chegada a quantidade chama a atenção. Elas estão em bandos por todos lugares, no chão, arvores e telhados. Cerca de 60 garças visitam o local atraídas por um lago artificial, construído com esse objetivo, e por algumas garças moradoras do lugar. As garças se destacam, mas o lugar todo chama a atenção pelo paisagismo e localização.

Mangal das Garças em Belém

Apesar das garças serem as donas da casa, elas convivem muito bem com outras aves e bichos, tem até um borboletário e dizem que é melhor visitá-lo pela manhã quando acontece a soltura das borboletas e alimentação. Eu perdi, pois fui só à tarde, mas presenciei outro espetáculo: o pôr do sol.  Então ir à tarde tem as suas compensações, mas só não faça como eu indo muito tarde e ficando pouco tempo e não visitando todos os espaços. O Mangal fecha às 18h, tem muito para ver e merece uma atenção especial.

Mangal das Garças em Belém

Mas o que é o Mangal das Garças e que nome é este?

É um parque natural criado em uma área alagada às margens do Rio Guamá com uma extensa vegetação aquática conhecida como aninga, como se fosse um mangue (acho que é daí que vem o nome mangal). No parque estão representantes da fauna e flora da Amazônia contrastando com construções históricas do centro de Belém que está ali encostado. Do parque é possível avistar monumentos importantes como a catedral.

Mangal das Garças em Belém

Como é a visita ao Mangal das Garças?

É um parque natural amplo, agradável, bonito, bem cuidado com lago, jardins, arvores, loja, restaurante e, claro, muitas aves. Você pode entrar e circular à vontade, não tem um roteiro específico e só visita o que quiser. Só nos finais de semana e feriados que tem um tour guiado por um monitor do parque. Acontece às 10 horas e é gratuito.

Mangal das Garças em Belém

Mas tem quatro espaços específicos que para visitar o interior deles é preciso pagar o ingresso individual (R$ 5,00) ou comprar de todos juntos ganhando um desconto (R$ 15,00). São eles: Borboletário, Viveiro das Aningas, Farol de Belém e o Memorial Amazônico de Navegação. Mas também visita se quiser. Devido o horário que fui e o pouco tempo que tive (01 hora é pouco) eu não consegui conhecer todos. Tem também um restaurante muito recomendado e sofisticado.

Mangal das Garças em Belém

Eu fui direto ao borboletário, na entrada fui informado que não havia borboletas pois foram soltas. Elas são reproduzidas ali e para isso foi criado um ambiente específico com lagos e vegetação. Valeu a visita, vi peixes e grandes vitórias-régias. Depois segui para o Farol de Belém. Com o elevador chega-se aos dois níveis de observação de onde se tem uma visão de 360° do parque e de Belém. A vista vale a pena.

Mangal das Garças em Belém
Borboletário.

No Viveiro das Aningas o colorido das aves ganham destaque. E por último fui ao mirante que fica a beira do rio. Para chegar lá é preciso passar por uma passarela sobre as Aningas, vegetação nativa. lá eu fiquei o restante do meu tempo apreciando a vista maravilhosa do entardecer esperando o pôr do sol. Acho difícil que em algum lugar em Belém o pôr do sol seja feio, mas ali é caprichado. Quando saí do mirante já passava do horário de fechar, nem deu tempo de visitar o Memorial e a lojinha.

Mangal das Garças em Belém

Como chegar ao Mangal das Garças?

Ele fica na região central distante somente a 1km da catedral, dá para ir a pé, mas fui recomendado a não ir.
Fui de taxi, mas na volta peguei um ônibus.
Aberto de terça a domingo das 9h às 18 horas. Visite o site.
Localizado na Passagem Carneiro da Rocha, S/N, bairro Campina, próximo ao Arsenal da Marinha e ao Portal da Amazônia.

Mangal das Garças em Belém

0 comentários :