Viajando pela Argentina com tarifa de residente

DSCF1747


Havia uma preocupação se eu conseguiria embarcar com a passagem comprada para residentes. À medida que eu me aproximava do aeroporto ela aumentava.

Na Argentina as passagens aéreas têm preços diferenciados para os residentes no país. Eles têm um bom desconto. Isto parece ser para incentivar o turismo interno. Esta passagem é comprada no site argentino da companhia e durante a compra é informado que a tarifa é para residentes na argentina e que outro passageiro pode ser barrado de embarcar ou terá que pagar uma multa.

Agora para a viagem à patagônia quando fui comprar os trechos internos na Argentina, achei que os valores estavam altos. Foi quando lembrei que na minha viagem ao Chile eu comprei passagens com bons descontos no site chileno da companhia aérea. Então fui pesquisar as minhas passagens no site argentino da AEROLINEAS e Tam, e o valor caía pela metade. Eu precisava dos trechos Buenos Aires a Ushuaia e Ushuaia a El Calafate, e se comprasse os dois trechos num só bilhete o valor ficaria ainda menor. Fiquei tentado a comprar, mas a informação de que era somente para residentes me assustava. Procurei informações na internet de alguém que teve problemas, mas não ajudou muito. Resolvi arriscar, pagar pra ver.

Como os relatos de experiências sobre viajar com Aerolíneas Argentina não eram boas (na verdade falavam muito mal da empresa), tentei comprar primeiro no site argentino da TAM/LAN, mas não conseguia completar a compra. Dava erro na hora de colocar documento. Então fui para site da Aerolíneas Argentina e lá deu tudo certo.

Mesmo com o valor muito bom para a compra dos dois trechos juntos, não quis arriscar tanto correndo o risco de perder os dois trechos ou ter um prejuízo muito grande no caso de ter que comprar outras passagens na hora. Como o trecho Ushuaia a El Calafate pela LAN estava com uma diferença pequena entre residente e não residente arrisquei somente no primeiro trecho.


recibo0

A COMPRA:

A compra foi fácil e tranquila. Entrei no site da empresa e passei todos os dados solicitados. Informações reais com documentos brasileiros. Ou seja, durante o tempo todo eles sabiam que eu NÃO era um argentino. Não enganei ninguém.

A cobrança do valor veio no meu cartão de crédito sem problema. Recebi e-mail confirmando à minha compra e próximo a viagem recebi mais e-mails informando para eu fazer o checkin. Só faltava chegar ao aeroporto para ver se conseguia embarcar.

No dia da viagem cheguei cedo ao aeroporto pensando que assim poderia resolver qualquer situação como ter que comprar outra passagem e não perder a minha viagem. Fui ao totem imprimir o meu cartão de embarque. Pedi ajuda falando em português ao funcionário da companhia . Ele ajudou, olhou a passagem e não disse nada.

Tive que despachar a bagagem. A funcionária pediu o cartão, mexeu no computador, pediu o documento e entreguei o passaporte brasileiro. Ela conferiu tudo, devolveu e desejou uma boa viagem. Se deu tudo certo ali então eu deveria ficar tranquilo. Deveria, mas imaginava ser barrado no portão de embarque, mas não fui. UFA!

Esta experiência deu certo comigo, mas não posso afirmar que é sempre assim.


Patagônia

VOANDO COM A AEROLINEAS

As informações sobre a empresa não eram boas. Li que o serviço era ruim, que mudavam e atrasavam muitos voos. Evitei o máximo de viajar com ela e só fiz este trecho porque não consegui comprar com a TAM. Quando cheguei ao aeroporto o painel mostrava um atraso no voo de 25 minutos. Pensei logo “Pronto! Será verdade tudo que li”. Mas foi só o que aconteceu. O avião era confortável, as comissárias simpáticas, voo tranquilo e o serviço de bordo foi melhor do que o oferecido pela LAN no trecho São Paulo – Buenos Aires.

Vai viajar? Adquira aqui no blog um SEGURO VIAGEM e viaje tranquilo.

7 comentários :

  1. Estou pensando seriamente em fazer isso com as passagens, mas realmente o receio de dar errado é grande. Você conhece mais alguém que vez e deu certo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Daniel, não conheço mais ninguém e realmente a preocupação é grande. Nas minhas pesquisas antes da viagem encontrei o relato de só uma pessoa que também fez isso. Abraço e boa sorte.

      Excluir
  2. Tambem estou pensando em fazer isso, mas tenho medo de ser barrada e perder o dinheiro. Se souber de mais algum relato eu agradeceria!

    ResponderExcluir
  3. Opa Marcelo... Cara, fui procurar o mesmo trecho que você no Google Flights. Os valores estavam bem bacanas, então escolhi as datas e comprei. Apenas quase no final do processo vi no meio das "letras miúdas" que os valores eram válidos apenas pra residentes na Argentina. Achei muito bizarro. Note que não é apenas para Argentinos, mas sim para residentes na Argentina. Toquei o fod*-se e emiti as passagens. Também pesquisei e não achei nenhuma reclamação etc em relação a isso, portanto imagino que não deva haver problemas. Além do mais, foi o preço que apareceu no Google Flights, então teoricamente é o valor que eles disponibilizam pros sites de busca públicos. Meu vôo é só ano que vem.... vamos ver o que acontece. A boa notícia é que o Macri está "enxugando" a Aerolineas e prometeu acabar com essas diferenciações de tarifas em 2017, baixando o preço pra todo mundo pra incentivar o turismo, o que é bem sensato.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Anônimo. Acredito que dará tudo certo. Depois conte aqui como foi.
      Boa viagem e obrigado pela visita.

      Excluir
    2. quando for nao esqueça de nos avisar, pois tbm fiquei interessado

      Excluir
  4. Fala rapaziada fiz a compra de um trecho desses completo de puerto iguazu, calafate, Ushuaia puerto iguazu. 3 voos deram r$ 1200 pelo site brasileiro dava R$ 3400. Na hora de pagar vi essa observação que era pra residentes, dae desisti. Preciso urgente de confirmação se funciona. Vlw.

    ResponderExcluir