O que muda com as novas regras para visitar Machu Picchu

Machu Picchu - guia&turismo

Em setembro do ano passado fui conhecer Machu Picchu no Peru. A intensão era fazer como muita gente sugere: entrar logo que os portões são abertos para ver o sol nascer, mas devido um problema que tive na reserva com o Booking eu só consegui entrar no apartamento às 02 horas da manhã e não teve a menor chance de eu acordar às 05 horas. Acordei mais tarde e quando entrei já era quase 10 da manhã, mas mesmo assim aproveitei bastante pois pude ficar até o final da tarde.

  
Se eu fosse agora já não seria a mesma coisa. Desde o dia 01 de julho de 2017, o visitante terá que escolher se quer visitar o parque no período da manhã ou da tarde. Pode até visitar os dois períodos, mas terá que comprar dois ingressos. As regras mudaram para visitar o principal atrativo do Peru e a justificativa é para preservar o patrimônio e controlar melhor o número de visitantes evitando assim a aglomeração simultânea.
 

TEMPO DE VISITA

ANTES: O ingresso de entrada servia para o dia todo.
AGORA: A visita foi dividida em dois períodos, de 06hs às 12hs e das 12hs às 17:30hs. O visitante terá que escolher na compra do ingresso qual será o período e se quiser para manhã e tarde terá que comprar dois ingressos.
ANTES: O visitante ficava o tempo que quisesse dentro do horário de funcionamento.
AGORA: O visitante terá um tempo máximo de 04 horas.Quem comprar o ingresso para o segundo turno poderá entrar às 11 horas. Quem do primeiro turno entrar às 10hs poderá ficar o período de 04 horas. Quem comprar o ingresso da cidade + montañas Machupicchu terá o tempo de 07 de visita e quem comprar cidade + Waynapicchu o tempo é de 06 horas.
ANTES: O visitante podia sair para por exemplo fazer um lanche, já que não pode entrar com comida nem bebida, e retornar com o mesmo ingresso.
AGORA: Não pode sair e retornar.
 

GUIA DE TURISMO

ANTES: Quando visitei cidade Inka, logo na chegada optei em entrar num grupo e fazer um tour guiado para tentar entender aquele lugar, mas eu poderia entrar sem um guia. O Tour demorou umas duas horas e depois fiquei livre para andar sozinho no meu tempo e parar onde quisesse até a hora de ir embora.
AGORA: Se eu fosse agora eu teria que fazer obrigatoriamente o Tour com um Guia de Turismo. O visitante poderá contratar um guia antes da visita e até mesmo na portaria. Poderá contratar um guia só para ele ou entrar num grupo com no máximo 20 pessoas. Caso a visita aconteça em dois dias, no segundo dia a presença do guia não será obrigatória desde que apresente o ingresso do primeiro dia e o nome do guia que contratou.
ANTES: O guia parava onde quisesse para passar as informações e depois podia deixar as pessoas à vontade.
AGORA: O guia só poderá parar nos lugares específicos para não atrapalhar a circulação de pessoas. O guia terá que ficar até o final da visita com o grupo e retornar com ele.
 

CIRCUITOS

ANTES: Andei pela cidade sem seguir um roteiro e fui descobrindo os lugares.
AGORA: O visitante terá que escolher um dos 03 circuitos que foram criados e fazer acompanhando um guia de turismo. Não poderá trocar de circuito. São eles:
Circuito 1 é o mais completo, incluindo a parte alta da cidadela e a parte baixa -- duração estimada: 3 horas
Circuito 2 é o intermediário, só com a parte baixa -- duração estimada: 2 horas e meia
Circuito 3 é o mais curto, é a parte baixa reduzida -- duração estimada: 2 horas     
      

TEM MAIS

→Bandeiras, faixas, posteres, sapatos com solas duras (como tamanco) e aerossóis estão proibidos dentro da cidade Inca.
→Mochilas e bolsas só podem entrar no tamanho 40x35x20.
→Entrar com paus de selfie nem pensar. Por que? Para não atrapalhar a passagem das pessoas congestionando a cidade.
→Para conhecer Machu Picchu o visitante deverá ter, além do ingresso, o documento original de viagem.      

Vamos esperar para ver se vai funcionar. A impressão que tenho é que vai criar mais tumulto. A visita vai ficar muito engessada com os circuitos e sem liberdade. Eu fiz a visita com Guia de Turismo, gostei de ter feito e acho que tem que ter, mas acho também que quem visita Machu Picchu precisa de um tempo para andar só e sem tempo marcado.

  "Veja aqui como foi o meu roteiro de viagem

SEGURO VIAGEM


Não é obrigatório, mas é recomendável ter um seguro. Eu viajei com o MONDIAL ASSISTENCE, que você pode adquirir aqui no blog.  

→ Se o visitante pode ficar até 6 horas, o que ele fará depois que completar os circuitos com o guia?
→ Como será a retirada do pessoal do primeiro turno? Os fiscais irão pelo complexo olhando o ingresso e pedido para sair? Tem fiscal o bastante?
→ Se você já visitou Machu Picchu depois das mudanças conte nos comentários como foi.

0 comentários :