REVOADA DOS GUARÁS – ATINS, MARANHÃO

Maré baixa~1

Maré baixa em Atins

 

Depois do passeio de voadeira pelo Rio Preguiças, eu, Anderson e Angeline chegamos a praia de Atins. Um povoado de pescadores que faz parte do município de Barreirinhas e que dá acesso aos grandes lençóis. Eu estava sem reserva de hospedagem então resolvi acompanhar o casal até a Pousada da Tia Rita onde eles ficariam, e de lá tentar chegar em algum lugar que havia pesquisado. A pousada fica próxima da praia, ainda bem, pois as ruas de Atins não são calçadas e a areia é fofa e cansa muito. Dei sorte, havia um quarto disponível e não pensei duas vezes, fiquei logo por ali.

 

A pousada da Tia Rita é simples, funciona na casa dela e ela tá o tempo todo ali dando assistência. Em junho paguei R$ 40,00 por um quarto individual com uma cama, ventilador, banheiro e café da manhã. Para quem quiser gastar menos, ela tem uma área com redes e banheiro coletivo por R$ 25,00 por pessoa. Mas tem outras opções de hospedagem em Atins para quem quer mais conforto e luxo.

 

Esperando a revoada

Chegando para o espetáculo

 

Nos acomodamos e logo depois chegou o Nelson, Israel e a namorada Leticia, tudo gente boa. Pronto, já tínhamos formado um grupo e todo mundo estava querendo já fazer algum passeio. Em Atins ao contrário de barreirinhas, não tem agências para contratar passeios. Eles são oferecidos pelo pessoal das pousadas e eles dão os preços deles. Foi então que ‘Maduro’, uma espécie de guia que fica ali pela casa da Tia Rita, ofereceu o passeio para vermos a revoada dos guarás que acontece no fim da tarde. O Guará é um pássaro que tem a plumagem bem vermelha, vive em mangues e no fim do dia migram para dormirem.

 

Pôr do sol

O sol indo embora

 

O valor do passeio que não durou três horas, era de R$ 30,00 por pessoa (em Atins os passeios são cobrados por pessoa não importando quantas pessoas façam), o nosso grupo era de 06 pessoas e com muita luta conseguimos que ficasse por R$ 25,00. Embarcamos por volta das 16 horas num pequeno barco na praia, logo chegamos ao encontro do Rio Preguiça com o mar. Ali conhecemos o Lorenzo e a Andrea que passaram a fazer parte do grupo. Ficamos ali um tempo e depois continuamos pelo rio para esperar o espetáculo. Com o fim dia ia se formando um belo cenário na região, e o clima do grupo era muito bom e o tempo todo nos divertimos.

 

Vegetação~1

 

 

Mas os guarás! Eles não estavam muito a fim de espetáculo não. Não trabalham em shows, não tem compromisso com ninguém então não fizeram nenhuma revoada majestosa. Na verdade apareceram uns e outros que teve gente que nem viu. Tão pouco e longe que passaram. Nós rimos muito da situação e voltamos até mais cedo – eu ainda acho que devíamos ter ficado mais tempo.

 

Revoada~1

O que eu consegui fotografar dos guarás

 

Revoada2~1

 

Revoada3~1

 

Pelos guará o passeio não valeu a pena, na verdade o espetáculo ficou por conta do maravilhoso pôr do sol e o clima muito bom entre nós. Terminamos a noite no rodízio de pizza ali mesmo na Pousada da Tia Rita. Parece ser um acontecimento do lugar pois havia gente de outras pousadas.

 

 

Fim de tarde

 

Pôr do sol3~1

 

 

Pôr do sol2

 

 

Leia tudo sobre a minha viagem ao Maranhão aqui.

0 comentários :