BETO CARRERO



Nas férias de julho acompanhei um grupo ao parque do Beto Carrero. Havia um bom tempo que eu não fazia o roteiro de Beto Carrero. E pensar que já houve uma época que fazia 04 viagens ao Beto Carrero por mês.

O parque está bonito, bem cuidado e com atrações novas. Mesmo assim o público nos dois dias que fiquei lá era pequeno. Bem diferente de anos atrás quando ficávamos um tempão na fila para pegar os passaportes e encarávamos uma fila de ônibus na saída do parque.


Me lembro da primeira vez que fui ao parque do Beto Carrero. Eu não era guia de turismo ainda e estava em uma excursão férias pelo sul do Brasil com a extinta Soletur. Nós tínhamos uma tarde livre em Blumenau e o guia  ofereceu pra gente uma ida ao parque que tinha pouco tempo de inaugurado.


O grupo todo aceitou e fomos nós. Quando chegamos lá o tempo estava nublado, a aparência do parque era horrível e não era calçado e sim barro. Mas já estávamos lá então compramos os ingressos e entramos.



Estávamos todos perdidos ali, o guia também parecia não conhecer muito bem e não tinha muito público (pra falar a verdade acho que era só a gente mesmo). Não tinha muita atração e muitas do que tinha não estavam funcionando. Na verdade parecia uma cidade deserta no meio do nada.


Para piorar o cenário, começou uma chuva e o barro foi grudando na gente. Resolvemos então entrar para assistir uma atração que pelo menos era coberta. Fomos ver o show das águas dançantes. Entramos em um galpão feio com fios elétricos aparecendo e tudo mais.


Derrepente apagaram-se parte das luzes e entrou um maestro. Batemos palmas pois o show ia começar. Alguns segundos depois ficou tudo escuro, a música parou e o maestro sumiu. E nós, bom nós ficamos ali parados olhando para o palco achando que aquilo tudo fazia parte do show. Só depois que fomos entender que havia acabado energia e simplesmente ninguém apareceu para dar uma explicação.


Então começamos ficar irritados com tudo aquilo. Um colega foi até a  administração do parque reclamar e foi muito mal recebido. Depois de algum tempo reclamando, resolveram devolver o dinheiro do ingresso só que pensaram que era só ele, e quando apareceu um grupo de 40 pessoas, o parque mudou de idéia e a confusão começou.

A mais nova atração do parque, inauguarada em junho deste ano. Um show para quem gosta de velocidade, adrenalina e o ronco do motor de carros.


Depois disto tudo, resolvemos ir embora do parque e eu prometi que nunca mais voltaria ao Beto Carrero. Só que eu ainda não sabia que seria guia de turismo então pude cumprir a minha promessa. Depois deste dia eu voltei  inúmeras vezes ao parque trabalhando e pude perceber as melhorias que aconteceram e que ainda acontece no Parque do Beto Carrero.


0 comentários :