Albergues em Santiago do Chile

Com o orçamento curto, acabo sempre optando pelos albergues (se preferir, Hostels) nas minhas viagens. Mas tento ficar em um melhorzinho, bem avaliado ou indicado por alguém, e prefiro os quartos com menos pessoas. Durante a minha viagem ao Chile, tive a oportunidade de ficar em três albergues (dois em Santiago e um em São Pedro de Atacama). Em Santiago fiquei em um muito bom e um muito ruim, confira:

 

RADO BOUTIQUE  HOSTEL

 

Rado Boutique hostel

Prédio do Albergue. Ótima localização (Foto de divulgação).

 

Fiquei neste Albergue em Santiago por quatro noites antes de seguir para São Pedro de Atacama. Bem localizado no bairro Bellavista, onde tem uma noite bem movimentada com muita gente nas ruas atraídas pelos vários bares, lanchonetes e restaurantes. O albergue está ao lado do Pátio Bellavista com mais bares e restaurantes. Ou seja, tem muita opção de cardápio e preços. E apesar de estar bem no meio da festa, a agitação não incomoda no Albergue.

 

Fica algumas quadras, no próprio bairro, de atrações turísticas como La Chascona, uma das casas do escritor Pablo Neruda, que está praticamente ao lado do Cerro San Cristóbal, outro atrativo de Santiago. A estação de metrô Baquedano está bem perto, sendo tranquilo de ir durante o dia ou noite. E para quem gosta de andar, é possível ir caminhando a vários atrativos que ficam no centro da cidade, passando pelo bairro Lastarria.

 

Rado Boutique Hostel

Área comum (foto divulgação).

 

O albergue funciona em um prédio de 03 andares mais cobertura. A recepção, que se resume em um balcão, fica no térreo, e para chegar aos outros andares tem que escarar escada. A cobertura é o espaço de socialização com de TV, livros e jogos, e um terraço com churrasqueira. O bom é que as festinhas que acontecem lá não incomodam quem está nos quartos e quer dormir. É na cobertura também onde é servido o café da manhã, que é montado em porções individuais com  frutas, iogurte, café, leite, suco artificial, pão, frios e sucrilhos. Muito bom.

 

Fiquei em um quarto misto para seis pessoas (beliches) com o banheiro no corredor em frente ao quarto que seria de uso exclusivo do pessoal do quarto, mas acaba sendo usado por quem quiser (isso não atrapalhou em nada e estava sempre limpo). Tem outros quartos (inclusive com banheiro privativo), para um número maior de pessoas e também quartos para casais. O quarto que fiquei não era muito espaçoso mas atendeu bem, tinha armários grandes (sem cadeados), cama confortável com lençol, coberta e travesseiro e luz individual e limpo diariamente. Sem ar condicionado, mas com ventilador. O albergue dispõe de toalha de banho mas tem que pedir, e não tem custo.

 

Rado Boutique Hostel

Tem quartos coletivos e quartos para casais. Os armários são grandes a a cama é confortável (Foto divulgação).

 

O albergue tem um clima muito bom, é claro, muito limpo, com uma decoração legal e a equipe atende muito bem. Encontrei pela internet e as avalições eram muito boas. É muito procurado por brasileiros (estava lotado), então se quando você viaja, prefere entrosamento com gente de outros países, ele não serve para você. O português é ouvido a todo momento, até entre a equipe de trabalho.

 

Reservei através do site Booking, mas também pode ser feita pelo site do próprio Albergue. Troquei e-mails com o albergue e fui rapidamente respondido.

Cale Pio Nono 5, Providencia, Barrio Bellavista, Santiago, Chile.

Fiquei hospedado em janeiro.

Paguei US$ 22 a diária com café da manhã. Pagando em dólares não é cobrado o imposto IVA.

Excelente, ficaria lá novamente e indico.

 

LANDAY HOSTEL CAFÉ BAR

 

Landay Hostel

Foto divulgação.

 

Fiquei hospedado nele na volta de São Pedro de Atacama. A localização dele é no centro, cheguei também à noite e ao contrário do Rado Boutique Hostel, não gostei da localização, não gostei dele logo de cara.

 

O Albergue funciona em um prédio antigo com uma arquitetura bonita e até poderia ser interessante. Mas quando entrei achei o lugar escuro e com aparência de sujo. Havia um cheiro de fumaça no ar e barulho de conversa e risos que vinha de um pátio interno onde acontecia um churrasco, e que tomava conta de todo albergue.

 

Landay Hostel

Pátio interno, onde acontecem as festas. Fica bem no meio do albergue e não tem como escapar do barulho e cheiro (Foto divulgação).

 

O meu quarto ficava no segundo andar, e a medida que fui subindo fui ouvindo o barulho do piso de madeira. Não entregaram nenhuma chave do quarto e o meu era o único que estava com a porta escancarada, e uma verdadeira zona com coisas espalhadas dos outros ocupantes. E para piorar a janela dava para o pátio onde acontecia o churrasco e uma francesa bem chata ria e conversava alto.

 

Sentei na cama e pensei em sair e procurar outro, mas já estava tarde. Tomei banho num banheiro sujo e sai para comer alguma coisa, quando retornei uma pessoa diferente da que me recebeu no check in, e que ainda não havia me visto, abriu a porta pra mim sem perguntar nada e eu fui para o quarto zoneado. Ou seja segurança nenhuma.

 

Na hora de dormir fiquei na dúvida se fechava a janela e ficava com calor ou deixava aberta e dormia ao cheiro de fumaça e ao som das risadas da francesa chata. Dormi com calor. No dia seguinte pude ver a francesa que já estava no pátio conversando. Fui tomar café e não sei se estava faltando coisas ou se era só aquilo mesmo. Quando retornei ao quarto descobri que a francesa estava no mesmo quarto, mas ela estava indo embora do albergue. Ufa!!

 

Landay Hostel

Nas fotos da internet ele parece ser melhor (Foto de divulgação).

 

 

Passei o dia fora e quando retornei já à noite, as coisas estavam bem melhores. O ambiente estava mais limpo (acho que foi dia da faxineira), os bagunceiros do meu quarto foram embora e agora estava ocupado por umas meninas orientais, o ambiente estava super organizado e o silêncio reinava. Eu que fiquei preocupado em incomodá-las.

 

Mesmo as coisas ficando melhores no segundo dia, eu não gostei do albergue e não indico para ninguém.  Não vou nem colocar o endereço e o site dele.Encontrei no Booking, lá a avaliação era “bom”. Por isso que gosto de escolher hospedagem avaliada no mínimo como ‘muito bom’.

Fiquei hospedado também em janeiro.

Paguei US$ 17 a diária com café da manhã. A única vantagem deste albergue é que mesmo pagando em peso eles não cobram o imposto IVA para estrangeiros.

 

 

Veja o roteiro da minha primeira viagem ao Chile AQUI.

0 comentários :