Rio de Híelos na Patagônia Argentina

Ríos de Hielos

 

 

No meu primeiro passeio em El Calafate, na patagônia Argentina, procurei algo que não exigisse esforço me poupando para o Minitrekking no Glaciar Perito Moreno. Não que seja algo extremamente difícil, mas isso eu não sabia e quis fazer um passeio leve, mas que já pudesse ver o glaciares da região, afinal de contas foi para isso que eu viajei. Escolhi o Rio de Hielos, passeio de navegação pelo lago argentino, e acertei, pois não se faz nenhum esforço, o passeio é todo dentro da embarcação.

 

Ríos de Hielos

 

O passeio é tão tranquilo que pode ser feito por pessoas de qualquer idade. No dia que fui pensei que estivesse num encontro da melhor idade, tanto vovô e vovó que tinha. Lembrei-me dos vários grupos que acompanhei como Guia de Turismo. Gosto muito de ver esse pessoal viajando e fazendo os passeios nessa idade, espero fazer o mesmo.

 

Ríos de Hielos

 

A van passou no hostel às 07h30min, em abril a essa hora ainda estava escuro e fazia frio (muito). Dormi durante o trajeto de aproximadamente 01 hora até o Porto Punta Bandeira no lago argentino para o embarque num catamarã. Antes porém é preciso pagar a entrada do Parque Nacional Los Glaciares.

 

Ríos de Hielos

 

Ás 09 horas o catamarã sai do porto, mas para isso todos precisam estar sentados e os primeiros momentos são pra ouvir as informações de segurança e apresentação dos fotógrafos que aproveitam para oferecer os serviços deles. Depois de um tempo é liberado para circulação pelo salão e pela pequena parte externa do catamarã, mas devido o frio que fazia só era frequentado quando aprecia algo para fotografar.

 

Ríos de Hielos

 

Uns trinta minutos depois que saímos do porto avistei ao longe um ponto branco no meio lago, e a ansiedade me fez ir logo para fora para pegar o melhor lugar para fotografar antes que fosse ocupado por todos. Fazia muito frio do lado de fora do salão do catamarã, só eu e os mais ansiosos estavam ale e nada de se aproximar do iceberg, então voltei logo para dentro do catamarã. Não precisa se comportar igual a mim e sair logo para fotografar um iceberg que surge distante, pois logo logo vão aparecer verdadeiras paredes de gelo e iceberg flutuando próximo a embarcação justificando o nome do passeio.

 

Ríos de Hielos

 

Durante o passeio uma gravação passa informações sobre o que estamos vendo, mas é ouvida somente no interior do salão e muita gente acaba não ouvindo nada, pois sai para tirar fotos. Eu mesmo não sei nada do que foi falado. Nas paradas os fotógrafos do passeio ocupam os melhores ângulos para tirar as fotos de quem solicitou o serviço deles e o tempo de parada vai depender do número de pessoas que serão fotografadas. Pensei os fotógrafos iriam atrapalhar as outras pessoas, que como eu, queriam tirar as próprias fotos e fossemos ficar reféns deles, mas não aconteceu isso não. Dá para ficar próximo a eles e conseguir boas fotos, ou então quem quer curtir o lugar sem fotos é só ir para o lado oposto onde eles estão.

 

Ríos de Hielos

 

O passeio é bem turistão mesmo. Tem as excursões e tem os fotógrafos. No início pensei que fosse ser só um passeio de catamarã chato e que veria icebergs e geleiras de longe, mas não foi não. O catamarã passa a uma boa distância dos icebergs e geleiras, para algumas vezes para foto, não lembro quantas mas foi mais do que imaginei e duas dessas paradas acontecem para ver duas das maiores geleiras, o Glaciar Spegazzini (nome do primeiro botânico que estudou a flora local), e o Glaciar Upsala (nome da universidade da Suécia e realizou os primeiros estudos na região), o maior deles no Parque Nacional Los Glaciares, declarado como Patrimônio Natural da Humanidade pela UNESCO. 

 

Ríos de Hielos

 

O dia não estava bonito, estava fechado e mesmo assim foi incrível. Foi surpreendente passar por aquelas pedras imensas de gelo e ver aqueles paredões brancos. Se com o tempo nublado tive dificuldade para escolher as fotos deste post, imagina como seria com o um dia bonito de sol.

 

Ríos de Hielos

 

 

GLACIARES E ICEBERGS

Em lugares com inverno rigoroso a quantidade de neve é maior do que pode ser derretida no verão. Essa neve forma uma camada de gelo e junta com a neve do próximo inverno, essas camadas formam os glaciares (ou geleiras). Essas camadas sofrem pressão e com gravidade descer chegando a oceanos ou lagos formando paredões como esses que vemos na Patagônia. Os icebergs são Blocos que se desprendem dessas geleiras e são levados pela água.

 

 

Ríos de Hielos

 

Ríos de Hielos

 

 

QUEM FAZ O PASSEIO

Todas agências oferecem o passeio, inclusive os hotéis, mas quem opera é a Solo Patagônia. O escritório dela fica na avenida principal Del Libertador. Eu reservei no Hostel que fiquei e paguei o mesmo valor da operadora. Tem agências que cobram mais caro.

 

VALOR: Em abril paguei $ 1.500,00 (pesos). O transfer não está incluído e tem o valor de $ 300,00.

INGRESSO: O passeio acontece dentro do Parque Nacional Los Glaciares e o ingresso também não está incluído e tem que pagar na hora e em peso. Há diferença de preços entre moradores do local, de outros lugares da Argentina, do MERCOSUL e moradores de outros países. Para pagar com o desconto é preciso comprovar sua nacionalidade com um documento, então leve o seu passaporte ou identidade. São duas filas, uma para apresentar o documento do desconto e outra para pagar o ingresso. Paguei $ 100,00.

 

 

Ríos de Hielos

 

CATAMARÃ

É bem confortável com banheiros, tem uma pequena área aberta e dois salões fechados com janelas panorâmicas, sendo que o de baixo tem um bar a disposição com comida e bebida não inclusas no valor do passeio, mas pode levar o seu lanche. No salão de cima tem uma área VIP chamada ‘Club do Capitão’ com serviço diferenciado, comida e bebida inclusas, porém o valor é o dobro. Há também o serviço dos guias que ficam a disposição para passar informações.

 

Quem entra primeiro no catamarã vai logo pegar um lugar na janela para ter uma vista panorâmica durante todo passeio. Mas nas paradas a visão fica prejudicada, pois o pessoal sai do salão para ver melhor a paisagem e cobre a visão de quem fica lá dentro, portanto se quiser curtir a paisagem tem que encarar o frio.

 

 

Ríos de Hielos

 

 

VEJA AQUI O MEU ROTEIRO DE VIAGEM

Adquira aqui no blog um SEGURO VIAGEM e viaje tranquilo

0 comentários :