Uma procissão em Ouro Preto

DSCF1899

 

Como eu contei AQUI, durante o dia em Ouro Preto fui visitar a Casa da Opera e lá ganhei um ingresso para assistir a apresentação da noite dentro da programação do Festival de Inverno.

 

Mas cheguei ao centro da cidade já em cima da hora de começar a apresentação e não conseguia lugar para estacionar o carro. Até eu conseguir uma vaga eu cheguei atrasado ao teatro, mas mesmo assim consegui entrar junto com outras pessoas. Só que não tinha mais cadeira, e ficar ouvindo música clássica em pé depois de um dia andando pelas ruas de Ouro Preto não deu. E acho que mais gente estava desconfortável pois começaram a sair do Teatro e eu aproveitei para sair também.

 

Assim eu que já tinha um programa para aquela noite agora estava ali sem saber o que fazer. Mas nem tudo estava perdido, ao sair do teatro vi alguns músicos uniformizados subindo a escadaria da Igreja do Carmo, que fica praticamente em frente ao teatro. Resolvi acompanhá-los, a igreja estava aberta e logo pensei que ali estivesse acontecendo também apresentações do Festival de Inverno de ouro Preto e Mariana. Mas os músicos se juntaram a outros que estavam do lado de fora.

 

DSCF1879

Corporação Musical Senhor bom Jesus das Flores.

 

Entrei, e na igreja estava sendo celebrada uma Missa. Liguei missa + banda de musica + cidade histórica de Minas = procissão, eu não poderia perder aquilo. Procissão em cidade histórica de Minas não é “só” um ritual da igreja católica mas também uma encenação teatral pelas ruas. Fiquei ali e participei da Missa e esperei a procissão. A igreja estava lotada – e olha que não tinha nenhum padre da renovação carismática cantando “erguei as mão e dai Glória a Deus..” não – a missa estava sendo celebrada por um ritual mais tradicional.

 

Durante o dia o interior da igreja não chamou tanto a minha atenção (leia AQUI), mas à noite fiquei impressionado com a igreja iluminada e o ritual da Missa no altar. A visão que eu tinha no fundo da igreja era sim de um espetáculo sendo encenado, tendo como cenário o barroco mineiro. Ali eu entendi porque que a igreja usou o barroco contra a reforma protestante, para atrair atenção dos fiéis.

 

Naquela noite teve procissão porque era 16 de julho, e nessa data é tradição das Ordens Terceiras (associação de leigos), a Procissão da Rasoura (uma pequena procissão ao redor da igreja) para encerrar as solenidades em louvor a Nossa Senhora do Carmo, em Ouro Preto. Ou seja, eu estava no lugar certo no dia certo.

 

As procissões em Minas não dispensam os aparatos e tem que ter uma certa pompa, e claro que não pode faltar o acompanhamento de uma boa banda de música da cidade. No início da procissão a banda executa o Hino Nacional e depois acompanha o coro dos cantos litúrgicos da igreja. Os sinos também são usados durante a procissão.

 

DSCF1887

A espera da procissão.

 

DSCF1889

 

DSCF1890

 

DSCF1891

 

DSCF1897

Durante o trajeto pude ver pequenos altares em janelas das casas.

 

DSCF1908

 

DSCF1912

0 comentários :