Península de Maraú – Bahia.

DSCF0943

 

A primeira vez que fui a Península de Maraú foi quando eu estava em Itacaré acompanhando um grupo de turistas.  E  lá as agências de receptivo ofereciam passeios bate-volta para conhecer o lugar saindo de manhã e retornando a tardinha. Eram realizados em carros 4 x 4, atravessava o Rio de Contas, passava entre coqueiros, por lagoas até chegar a praia de Taipús de Fora. Isso faz muito tempo, não tinha a opção da estrada asfaltada e chacoalhava pra caramba.

 

Depois fiquei um tempão sem nem pensar em voltar a Península de Maraú. Até que de uns três anos pra cá as operadoras de turismo daqui do Espírito Santo redescobriram o lugar e começaram a oferecer pacotes sendo a Península o destino principal sem Itacaré no roteiro. Acompanhando um desses grupos eu retornei a Península de Maraú recentemente.

 

A viagem foi rodoviária saindo de Vitória e depois de 15 horas chegamos a Camamu, cidade localizada à margem do rio Acaraí. Lá trocamos o ônibus por uma escuna e depois de praticamente 2 horas navegando pelo rio e pela baía de Camamu desembarcamos em Barra Grande já na Península de Maraú. Pra quem vai de avião pode ir até Ilhéus e depois seguir por Itacaré, ou ir até Salvador e depois seguir de ônibus – esta opção é mais em conta e mais rápida, VEJA AQUI como fazer.

 

DSCF0897

Cidade de Camamu distante 42 Km da BR 101.

 

DSCF1036

Camamu é uma cidade colonial no sul da Bahia, mas que chega a Camamu não está (infelizmente) interessando em conhecer as construções históricas da cidade alta. Quem chega a Camamu está interessado em atravessar para a Península de Maraú. O chegar ao porto da cidade, o visitante será logo abordado por alguém que vai oferecer uma embarcação. A travessia pode ser feita por escuna ou lancha rápida, os preços são diferenciados.

 

DSCF0900

Travessia de escuna.

 

DSCF0904

 

No pier em Barra Grande tem sempre alguém oferecendo hospedagem, transporte e passeios. Quem se hospedar mais afastado da vila vai precisar de transporte, quando chegamos o nosso transporte já estava esperando. Barra Grande é uma pequena vila com ruas sem calçamento e casas simples mas por reunir os principais atrativos da península, oferece opções de hospedagem e restaurantes.

 

Chegamos por volta do meio-dia e no roteiro da viagem a tarde da primeiro dia era livre para atividades independentes, então o grupo aproveitou para conhecer o lugar sem compromisso com a hora. Eu, bom eu depois de almoçar e fazer o reconhecimento da vila fui dormir, não tinha conseguido dormir durante a viagem.

 

Nas três noites que ficamos em Barra Grande as opções que tivemos foram os bares e restaurantes no centro da vila que formavam uma espécie de praça de alimentação com música ao vivo. Mas apesar de ser um feriado nacional não tinha tanta gente em Barra Grande e o movimento na rua não ficava até tarde. O jeito era ir dormir para aproveitar as opções de passeios que são oferecidos durante o dia.

 

DSCF0907

Pousada onde ficamos. É simples mas tem uma parte nova com apartamentos melhores.

 

DSCF0914

Fim de tarde em Barra Grande.

 

Na programação da viagem fomos a Praia de Taipu de Fora no segundo dia e passeio de escuna no terceiro dia. Sobre esses passeios eu conto depois.

0 comentários :