Forte São Francisco Xavier da Barra em Vila Velha.

DSCF2989

Para muita gente o Convento da Penha é o único lugar para visitar em Vila Velha, mas não é. Na cidade tem outros lugares bem interessantes para visitar e conhecer, e bem ao lado do Convento tem um lugar que muita gente nem imagina que pode ser visitado, e muito menos imagina como é interessante lá dentro. Estou me referindo ao 38º Batalhão de Infantaria, mas conhecido como o ‘Quartel do Exercito’, onde está o Forte São Francisco Xavier da Barra e que desde 2010 funciona como espaço cultural. Mas por ser uma área militar e não ser muito divulgado as pessoas não procuram.

Sempre tive curiosidade  para conhecer o forte, então ano passado quando fiquei sabendo que estava aberto a visitação corri para lá. Na guarita de entrada os soldados estavam meio perdidos mas ligaram para alguém e logo pude entrar, depois de apresentar um documento de identificação. Na época quis postar a visita aqui no blog mas  fiquei enrolando, passou o tempo e para não colocar informações desatualizadas acabei não postando nada. Mas esta semana voltei ao Forte para uma visita com os alunos do curso técnico em Guia de Turismo e as coisas não mudaram.

Na guarita de entrada tem que se identificar e os soldados ainda ligam para alguém para pedir autorização (a visita já estava agendada). Depois de liberado pude entrar com o carro mas fui parado ainda  mais duas vezes até chegar ao estacionamento próximo ao forte - quem for a pé vai fazer uma pequena caminhada por um caminho agradável. Chegando ao forte fui recepcionado por um soldado que foi o guia durante a visita.

A visita é bem interessante, principalmente para quem gosta de história ou tem curiosidades pois o acervo retrata a colonização do Espírito Santo e a história do Exercito. E o espaço cultural foi montado dentro do Forte que é uma construção histórica. Mas quem não não gosta de história também vai curtir a visita, pois o 38º batalhão está numa ótima localização bem na entrada da baía do Espírito Santo e tem um visual incrível que proporciona ótimas fotos (vá em um dia de sol).

U


DSCF2972


DSCF2973
Na parede da escada tem uma linha do tempo contando a história do Espírito Santo.

H
O primeiro espaço a ser visitado é a  Sala Vasco Fernandes Coutinho que retrata a colonização capixaba. Em seguida é apresentado um vídeo.

V1090131
Depois é visitada a Sala Duque de Caxias que retrata a historia da Unidade e do Exército, com armas e uniformes usados em batalhas.

1350647004_747
Foto retirada do site www.morrodomoreno.com.br - Fonte: Acervo de Edward Alcântara.


O Forte São Francisco Xavier da Barra junto com a Igreja Nossa Senhora do Rosário e outros monumentos faz parte do sítio histórico da Prainha, local onde teve início a colonização da Capitania do Espírito Santo. Quando Vasco Fernandes Coutinho, donatário da capitania, chegou aqui tratou de construir cabanas para abrigar os colonos, construiu igreja (do Rosário) para cuidar da fé, e pensando na defesa mandou construir um fortim na praia de Piratininga bem na entrada da baía. Recebeu o nome de Forte de Piratininga.

Com a mudança da sede da capitania para Vitória o fortim ficou abandonado, e só no final do século XVII que foi erguido outro forte, provavelmente perto ou no mesmo local do primeiro, recebendo o nome de São Francisco Xavier da Barra (não descobri a origem do nome). Sofreu ataques, passou por reconstruções, foi cedido a Marinha depois passou para o Exercito ficando até os dias de hoje. E ai não pôde ser mais visitado até novembro de 2010 quando foi transformado em espaço cultural.


B


D


O


P


R


T


M


O 38º Batalhão de Infantaria fica na Prainha em Vila Velha. Para que for de carro é só ir em direção ao Convento da Penha (tem placas de indicação). Para quem for de ônibus, no Terminal Urbano de Vila Velha tem que pegar a linha 635 e descer na pracinha da igreja do Rosário.

As visitas são guiadas e acontecem de terça a quinta, sábado e domingo nos horários de 9h30min as 11h30min e de 13h30min as 15h30min. Mas sugiro ligar antes e se for um grupo é preciso agendar. Tel.: (27) 3229-5117.
Não é acessível para cadeirantes.
O local oferece banheiro e lanchonete.

Outra área militar, também na Prainha, que pode ser visitado é a Escola de Aprendizes marinheiros do Espírito Santo. Lá as visitas acontecem nos finais de semana só na parte externa, não tem a mesma estrutura para receber turistas mas também tem uma localização privilegiada. Tel.: (27) 3041-5414.

0 comentários :