Procurando a capela de pedra em Itarana. ES

52789693

O interior do Espírito Santo é maravilhoso, aliás me permitam ser barrista, todo o estado é maravilhoso. Temos 400 km de litoral com belas praias, a região metropolitana de Vitória com muitos atrativos e o interior montanhoso proporciona lindas paisagens.

 

O estado não tem uma grande área territorial e é estreito permitindo assim mudar de paisagem num curta viagem. Quando posso saio para conhecer um pouco do meu estado e descubro lugares incríveis.

 

Uma região que não conhecia era a de Itarana que fica logo depois de Santa Teresa. E eu já fui algumas vezes a Santa Teresa mas no trevo que entra para o município de Itarana, eu sempre entrava para Santa Maria de Jetibá.

 

image

 

Mas uma imagem do município sempre chamou a minha atenção, a de uma igrejinha de pedra (capela Santa Luzia) no alto de uma formação rochosa.

 

Segundo inventário turístico do município de Itarana, a capela foi encomendada por famílias d a região a um pedreiro conhecido, em substituição à capelinha de madeira edificada em 1936 e concluída em 1946.

 

Aproveitei que estava em Santa Teresa (cidade distante 80 km de Vitória) e fui tentar chegar lá. Não tinha muitas informações de como chegar, só havia assistido um vídeo na internet que aguçou mais ainda a minha curiosidade mas não ajudou em como chegar lá.

 

Na estrada em direção a Itarana a paisagem chamou a minha atenção, não imaginava que a região fosse tão bonita. O relevo formado por montanhas rochosas atrai quem passa pela primeira vez pela rodovia ES 261, o que é um perigo já que a estrada é bem sinuosa e perigosa.

 

Como se não bastasse o relevo, o lugar estava tomado por quaresmeiras. Pena que não tem mirantes na estrada para poder curtir a paisagem e tirar fotos. Este é o motivo de poucas fotos da paisagem nesta postagem.

 

Fui viajando pela paisagem e quando percebi já estava em Itarana, e acabei não vendo onde era a entrada para a capela Santa Luzia. Então continuei pela rodovia ES 164 na esperança de ser mais pra frente depois da cidade (realmente eu não busquei informação antes da viagem).

 

Já era fim de tarde então não quis voltar para procurar e correr o risco de ficar no meio da mata quando chegasse a noite. Mas já que estava ali resolvi ir mais adiante e chegar até Itaguaçu a próxima cidade, e lá fui eu.

 

De Santa Teresa são 53 km em rodovias asfaltadas e como já escrevi, com belas paisagens. Das três cidades a que oferece maior estrutura é a cidade de Santa Teresa, foi onde pernoitei.

 

Bom, a capela Santa Luzia nesse dia não deu mais para procurar, então voltei no dia seguinte e descobri a a entrada. Na rodovia ES 261 no sentido Santa Teresa - Itarana depois de uns 25 quilômetros tem uma plaquinha sem muito destaque, indicando a entrada a direita.

 

Fui procurar a capela mas não achei, são muitas entradas em estrada de terra sem sinalização e não encontrei ninguém para pedir informação. Mesmo assim andei por algum tempo mas desisti e voltei. A capela no alto da pedra vai ficar para a próxima.

 

DSCF1100

 

DSCF1135

 

DSCF1139

 

DSCF1142Igreja Sagrado Coração de Jesus , Itarana.

 

DSCF1146

 

DSCF1148

 

DSCF1151

 

DSCF1155Igreja Nossa Senhora do Caravaggio em Itarana.

 

DSCF1158

 

DSCF1162

 

DSCF1111Centro da cidade de Itaguaçu.

 

DSCF1114Igreja Matriz de Itaguaçu, Nossa Senhora Medianeira de todas as Graças.

 

DSCF1120

 

DSCF1122

0 comentários :