FEIRA DE SÃO CRISTÓVÃO–RIO DE JANEIRO

P1120620


durante o meu fim de semana no Rio de Janeiro, no domingo a programação era ir a feijoada do Cacique de Ramos e depois ir ao Sambódromo assistir o ensaio técnico da Mangueira e da Grande Rio. Fomos informados que não teria a feijoada no Cacique de Ramos, teria só uma roda de samba no final do dia. Então o grupo não iria pra lá e sim para outra escola de samba, no caso foi pra a feijoada do Salgueiro.  Já não gostei pois sempre quis ir a quadra do Cacique de Ramos, sempre ouvi falar deste lugar e quis fazer mais a viagem porque ele estava no roteiro.

Bom, tive que mudar os meus planos pois não queria voltar ao Salgueiro. Resolvi então que iria no fim da tarde a quadra do Cacique de Ramos para a roda de samba, mesmo que sozinho. Faltava fazer alguma coisa durante o dia para ocupar o tempo até a hora de ir pra lá.

Resolvi então voltar a feira de São Cristóvão, tinha ido somente uma vez, gostei e quis voltar. A feira que também é chamada de “feira dos Paraíba”, assim mesmo sem o “s” no final é um lugar onde você vai encontrar produtos do nordeste, pratos tradicionais da culinária nordestina e forró, muito forró.

No final de semana ela funciona das 10 horas da sexta feira até 21 horas do domingo. Fui pra lá então, e quando cheguei me arrependi de ter ido. O lugar estava abarrotado de gente! e fazia um calor arretado, mas já estava lá e entrei. Engraçado que da outra vez eu tinha gostado do lugar, tanto que queria voltar. Mas provavelmente eu não fui num domingo e com certeza não era janeiro.

Depois de andar um pouco, mas pouco mesmo, fui almoçar e ainda bem que lá tem restaurantes com ar condicionado, que bom! Comi carne de sol com macaxeira  e baião de dois, o baião de dois não estava igual o que já comi no nordeste, mas a comida estava gostosa. Eu queria ficar ali no ar condicionado para sempre.

Como estava cedo para ir a quadra do Cacique de Ramos, fiquei ali ainda andando e como o homem se adapta aos lugares, eu fui procurando coisas para me distrair (acho que os shops do almoço ajudaram nisto). E até me diverti com os tipos que frequentam a feira, e olha que tem cada um. A feira é frequentada por cariocas, turistas, gringos e é claro muitos nordestinos que vivem no Rio de Janeiro.

E antes que eu ficasse totalmente adaptado aquele calor e tumulto, sai dali e fui a quadra de Cacique de Ramos. Mas vou voltar um dia, não no verão e muito menos num domingo.


P1120607
P1120603P1120608
P1120613
P1120612A feira tem dois palcos grandes onde as bandas se revezam o tempo todo e público dança sem parar.

P1120615Além dos palcos principais existem outros pequenos espalhados pela feira que tocam um bom forró pé-de-serra e são mais divertidos.

P1120618
Saiba mais sobre a feira no site: http://www.feiradesaocristovao.org.br/

0 comentários :