TREM NAS MONTANHAS DO ESPÍRITO SANTO

P1110681

O relato a seguir é de um passeio que fiz em 2012, e é verdadeiro. Gostei muito do passeio na época.
Fiz outros passeios depois a trabalho, acompanhando grupos de turistas que estavam visitando o estado. Mas apareceram alguns problemas.
O ar condicionado não dá conta, faz calor. Prefira ir no inverno.
Estão acontecendo paradas técnicas não programas (ordenadas pela central de controle da estrada de ferro e sem culpa da empresa que opera o passeio)  com frequência. A  velocidade, que já não era alta (18km/h), baixou mais ainda. O resultado é grande atraso.
Na minha última viagem, cheguei no destino final com 02 horas e meia de atraso. A programação do grupo foi toda por água abaixo. E quem ouve as reclamações, é claro, é o guia de turismo. (16/02/2015)
Na hora da compra do passeio, ninguém informa que este tipo coisa pode acontecer. (16/02/2015)

O TREM ESTÁ FORA DE CIRCULAÇÃO


Finalmente fui fazer o passeio de trem das montanhas capixabas! depois de quase três anos de funcionamento. Neste período ouvi muita gente falar negativamente do passeio, muitos reclamam do preço (R$ 104,00 R$ 112,00 por trajeto ou R$ 150,00 R$ 160,00 ida e volta), outros reclamam da dificuldade de chagar até a primeira estação, em Viana, e depois de voltar da última em Araguaia. Ouvi falar que ele não era interessante e chato, e que deveria ter atrações dentro do trem.

Mas parece que apesar de todos estes questionamentos o passeio veio para ficar, pois ele  acontece todos os finais de semana e feriados nacionais.

Fui então tirar as minhas próprias conclusões, e gostei muito. O passeio é bom, tem paisagem interessante, pontes, túneis, quedas d’água e artesanato. O dia estava chuvoso, e acho que foi melhor assim, combina mais com a paisagem e a região colonizada pelos imigrantes alemães e italianos.

P1110638Chegando um pouco antes do embarque, é possível observar alguns atrativos em Viana próximos a estação.


P1110639Igreja matriz Nossa Senhora da Conceição.


P1110641

Inevitavelmente durante todo o passeio eu lembrava e comparava com os passeios turísticos que existem nas regiões também colonizadas pelos imigrantes no sul do Brasil. E gostei do que vi, a região das estações em Viana, Vale da Estação, Marechal Floriano e Araguaya (são as estações por onde passa e para o trem) fizeram eu lembrar das cidades da serra gaúcha, onde acontece o passeio de Maria Fumaça.

Mas quem já fez o passeio da Maria Fumaça no Rio Grande do Sul, não faça este pensando que vai ter apresentações dentro do trem pois não há. O passeio capixaba é contemplativo, as atrações estão fora do trem.

Até a empresa que realiza o passeio é do sul do Brasil, a Serra Verde Express é de Curitiba no Paraná. É a mesma empresa que realiza o passeio pela Serra do Mar entre as cidades de Curitiba e Paranaguá, e o nosso passeio segue os mesmos padrões desse passeio.

P1110646

P1110648

P1110649

Bom,… mas vamos ao nosso passeio. Fui então até a cidade de Viana, na grande Vitória, para o embarque que aconteceu às 10h e 30min. Para chegar lá de ônibus urbano fica um pouco complicado, então a melhor maneira é de carro ou contratar os serviços de uma agência de receptivo. Para quem for de carro, pode deixá-lo perto da estação, mas nesse caso tem que fazer o passeio de ida e volta.

Cheguei às 10 horas e enquanto aguardava o embarque fiquei ali conhecendo o espaço que foi criado na antiga estação, para venda de artesanato e produtos regionais. Este aproveitamento do espaço aconteceu em todas estações do roteiro.

O trabalho de guiamento foi realizado pelas minhas colegas Izalete e Lucimar, que durante todo o percurso foram mostrando os atrativos da região, passando informações sobre os lugares visitados e do Espírito Santo.

P1110657A Litorina na plataforma da estação de Viana para embarque. Na porta esperando os turistas, está a guia Lucimar.

P1110662Interior da Litorina.

O passeio é feito numa estrada de ferro de 1985 e a primeira parada do roteiro é no Vale da Estação no município de Domingos Martins. Logo no desembarque fomos recebidos pelo morador mais ilustre do lugar, o senhor  Gustavo Wernesbach, ex vereador e ex deputado estadual com 101 anos de idade. Ele estava na estação com a sua esposa distribuindo o jornal local. Senhor Gustavo, descendente de alemão, já virou uma atração do passeio.

Do Vale da Estação o trem segue para Marechal Floriano. Nestes locais são só 5 minutos para fotos, comprar alguma coisa e embarque e/ou desembarque de algum passageiro. No caminho foi entregue um kit lanche (biscoito salgado e doce, e um bombom) que já está incluído no valor da passagem, mais água ou refrigerante.

A ultima parada acontece no distrito de Araguaya, município de Marechal Floriano. Aqui o tempo é maior (aproximadamente 1h e 15min) e para os passageiros que fazem também a volta de trem, é o local para o almoço. Próximo da estação fica o único restaurante do lugar que é frequentado pelos passageiros. O almoço é no sistema de bufeet à vontade pagando um valor único de R$ 20,00. Eu não gostei do restaurante, achei uma comida comum pelo preço que é cobrado.

P1110665O trajeto é bem interessante, tem um visual legal. O rio Jucu acompanha parte do passeio e é possível avistar quedas d’água, a antiga Usina Hidrelétrica, mata atlântica e propriedades com plantações. na ida o visual do lado direito é mais interessante, fique atento as dicas dos guias de turismo.


P1110668

P1110669

P1110671

P1110677

P1110682

P1110683


P1110687


P1110688


P1110693


P1110699

Araguaya é bem interessante e além da estação existe um centro cultural e a Casa Rosa, uma espécie de museu, para visitação, mas o tempo é pouco pois às 14h e 15min o trem começa o seu trajeto de volta. No retorno não acontece nada de novidade e muitos passageiros acabam dormindo.

Por tudo isso é interessante fazer só o trajeto de ida, pois assim você terá mais tempo para conhecer Araguaya, poderá almoçar em outro lugar e conhecer mais lugares nas montanhas capixabas. Para isso é preciso comprar um pacote de um receptivo.

O trem, que na verdade é uma litorina, chega em Viana por volta das 17 horas. Litorina é um vagão ferroviário com motor Diesel e condutor próprio. A usada aqui tem capacidade para 56 passageiros, é confortável com janelas panorâmicas, ar condicionado e banheiro.

P1110577


P1110706Os moradores da região completam o passeio. Recebendo os visitantes, o senhor Augusto o morador mais ilustre do lugar. Do lado esquerdo a sua esposa, a senhora Isabel Poli, e do lado direito a guia Izalete que pela sua cor passaria sem problema algum como moradora do lugar.


P1110709
Vale da Estação, município de Domingos Martins. Primeira parada da viagem.

P1110582


P1110710


P1110712


P1110717A estação de Marechal Floriano tem o seu interior mais rústico do que as outras estações.


P1110713


P1110714


P1110721


P1110724Depois de Marechal Floriano, a paisagem continua interessante. Uma dica, na ida a paisagem é mais interessante no lado direito.
 

P1110729


P1110737Araguaya, a última parada do trem.


P1110733


P1110734


P1110738Antiga bomba de gasolina que fica na rua, em frente a estação.


P1110755Pensei que não conseguiria visitar nada em Araguaya, seria uma pena pois tem coisas legais pra ver mas o tempo é pouco. Mas na volta do almoço consegui visitar a Casa Rosa, ela é uma casa museu com os ambientes e utensílios do final do século XIX e início do século XX. è cobrado uma taxa de manutenção de R$ 2,00. Não deixe de visitar.


P1110740


P1110742


P1110743


P1110745


P1110747


P1110749Panela de pressão.


P1110758Outro espaço legal é o entro Cultural Ezequiel Ronchi, ele é do município mas fica fechado, então é só pedir ao pessoal na estação para abrir. Não é cobrado taxa de visitação.


P1110750


P1110751


P1110753


Gostei muito do passeio e recomendo. Quanto ao preço de repente poderia ser um valor menor, mas quem sou eu para colocar preço nos serviços dos outros.

Para compra do passeio e mais informações no site : http://serraverdeexpress.com.br/Telefone de contato: (27) 2123-0229
Endereço da estação de Viana: Rua Coronel Vieira Pimentel, S/N, Centro – Viana. Telefone de Contato: (27) 3255-3189

0 comentários :