Porto e Vila Nova de Gaia

Porto

Capela das Almas.

 

Acordei tarde, 09 horas, e sai para mais um dia de visitas em Porto. Na descida para a cidade parei para tomar o meu café da manhã ou pequeno almoço como falam os portugueses. Onde eu estava hospedado não oferecia café da manhã. Hospedagem sem café é mais comum do que você imagina.

 

Fui em direção a rua Santa Catarina e logo na esquina parei na Capela das Almas, que chama atenção por ser revestida de azulejos decorados. Do outro da rua Fernandes Tomás estava o Mercado do Bolhão, uma construção que ocupa uma quadra inteira. Eu particularmente gosto muito de mercado e me programei para visitar o mercado na hora do almoço, mas resolvi visitar logo. Na parte externa há lojas e cafés, no interior é comercializado peixe, flores, frutas e verduras. Pra mim o mercado deixou a desejar, e está precisando de ser restaurado.

 

Porto

Prédio do Mercado do Bolhão, no centro da cidade.

 

Segui para a monumental igreja da Santíssima Trindade. A igreja está cravada no prédio do hospital da Ordem. O seu interior, como tantas outras que visitei, é majestoso. A igreja fica logo atrás da Câmara Municipal de Porto no final da Avenida dos Aliados, aproveitei para conhecê-la de dia mas achei ela mais interessante a noite. Segui para o Teatro Municipal que pode até ter um interior bonito mas a fachada não achei nada de mais.

 

Porto

Igreja da Santíssima Trindade. 

 

 

Continuei andando pelo centro e segui para a igreja e torre dos Clérigos. Visitei primeiro a igreja e ao entrar reinou o silêncio, ficando o barulho das ruas de Porto para trás. A beleza da igreja enchia os olhos. Fiquei ali até ser avisado por um funcionário que estava na hora de fechar a igreja. Fui então visitar a torre dos Clérigos que fica na parte de trás da igreja. É cobrado 2 € pela visita, paguei e subi, subi, subi mais de 200 degraus. O seu interior não tem nada de mais, mas a vista do topo da torre vale a apena. A beleza da torre está do lado de fora.

 

Porto

Igreja dos Clérigos com sua torre ao fundo. 

 

Porto

Subi 240 degraus, mas valeu pela visão que se tem do topo da torre.

 

Porto

A cidade do Porto, o rio Douro e do outro lado a cidade de Vila Nova de Gaia.

 

Saindo dali, passei pelo prédio da Universidade do Porto que está comemorando o seu centenário e cheguei a livraria Lello e Irmão, uma das mais antiga do mundo. É uma pena que o seu interior não pode ser fotografado, ela é mais bonita por dentro.

 

Essa parte da cidade de Porto pode ser facilmente visitada andando, as pequenas ladeiras não atrapalham. Perto da livraria está a igreja do Carmo junto com a igreja das Carmelitas. Visitei a das Carmelitas, o seu interior em estilo barroco fez lembrar as igrejas de Ouro Preto. A igreja do Carmo, para variar um pouco, tem uma das suas laterais cobertas de azulejos decorados.

 

Porto

 Prédio da Universidade do porto que está comemorando o seu centenário.

 

Porto

Livraria Lello e Irmão fundada em 1894 e funcionando nesse prédio em 1906. Algumas cenas dos filmes de Harry Potter foram filmadas em seu interior.

 

Depois saindo um pouco do eixo turístico fui à Rua de Cedofeita, uma rua comercial muito frequentada pelos portuenses (ou tripeiros, como são conhecidos). Foi o local que encontrei uma população mais jovem na cidade, e também a internet mais barata da Europa, 0,90 € a hora.

Como já se aproximava das 02 horas da tarde, entrei em um dos restaurantes da rua para almoçar. Estava bem movimentado por estudante.  Pedi um prato típico da cidade, a francesinha, um sanduíche que é feito com pão de forma, presunto, lingüiça, salsicha, carne e coberto por queijo derretido. Por último é jogado por cima um molho vermelho, quente e picante. Tem ainda a opção de ser acompanhado por batata e ovo frito. O sanduíche é bom, o que estraga é o molho.

 

Porto

Uma das confeitarias da cidade. Existem várias delas em todo país com os seus produtos expostos nas vitrines.

 

Porto

 

Porto

 

Porto

Lateral da igreja do Carmo.

 

Após o almoço era hora de conhecer as caves do famoso e saboroso Vinho do Porto, que ficam na cidade vizinha de Vila Nova de Gaia. O vinho do porto na verdade não é do porto, é produzido em uma região a 100 km da cidade, e armazenado na cidade vizinha. Porém ficou conhecido com esse nome por ser exportado para todo o mundo a partir da cidade do Porto. Segui para Vila Nova de Gaia, e no caminho pude aproveitar mais uma vez da região da Ribeira.

 

Porto

O metro de Porto  (ele é mais moderno do que o metro de Lisboa) saindo da ponte D. luís I, e atrás dele a muralha que cercava a cidade.

 

Porto

Região da Ribeira vista da ponte D. Luís I.

 

Porto

 

Porto

O Rio Douro é um rio que nasce em Espanha, na província de Sória, nos picos da Serra de Urbião, a 2.080 metros de altitude e atravessa o norte de Portugal. A foz do Douro é junto à cidade do Porto.

 

Chegando em Vila Nova de Gaia, no jardim do morro embarquei no teleférico e depois de 562 metro de distância desci no cais do porto. Segui para conhecer uma Cave do vinho do porto, mas não foi possível pois não teria mais visitas devido ao horário. Quis então visitar na manhã seguinte mas também não foi possível pois todos horários estavam marcados por agências de turismo para os seus grupos.

 

A visita individual nas caves acontece praticamente de meia em meia hora e não precisa ser agendada, porém se tiver grupos agendados você terá que esperar até um horário livre. Mas existem várias caves, algumas cobram a visita outras não. Isso depende da localização e da fama, e valor também varia entre elas. Mas todas contam a história, mostram a produção e oferecem degustação.

 

Resolvi tentar visitar uma outra cave mais afastada do rio, passei por algumas e cheguei então na Croft que devido o horário não estava aceitando mais visitas porém me recebeu e ofereceu uma degustação. Fica num lugar bonito com construções típicas, recebe bem e não cobra visita.

 

O sol ainda estava quente e queria aproveitar para conhecer algum outro lugar, voltei para Porto, fui para a parte alta da cidade de funicular e embarquei no bonde elétrico e fiz um passeio panorâmico. Terminei a noite jantando na Avenida dos Aliados e, lógico, bebendo um imperial.

 

  Porto Cais da cidade de Vila Nova de Gaia.

 Porto Vila Nova de Gaia.

0 comentários :